Representantes da Vigilância Sanitária municipal, estadual e nacional alinham ações, para fórum pelo Dia Nacional da Vigilância Sanitária, na FVS-AM

Autoridades da esferas federal, estadual e municipal em Vigilância Sanitária se reuniram, na manhã desta quinta-feira (11), para alinhar ações e preparar o fórum em alusão ao Dia Nacional da Vigilância Sanitária, comemorado anualmente em 5 de agosto. A reunião ocorreu na sede da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), na zona norte de Manaus.

O evento, que vai ocorrer no auditório da Universidade Paulista (Unip), na zona centro-sul da capital, vai discutir as práticas da Vigilância Sanitária na região. Pela FVS-AM, o Departamento de Vigilância Sanitária (Devisa) tem como missão planejar, coordenar, acompanhar e avaliar o Sistema Estadual de Vigilância Sanitária, bem como controlar os produtos e serviços que envolvam riscos à saúde pública.

Segundo o gerente de Produtos do Devisa da FVS-AM, Jackson Alagoas, a integração das três esferas administrativas que atuam na área é fundamental para a realização de um bom trabalho. Alagoas acrescentou que as três equipes buscam trabalhar juntas para trazer um resultado de ação de qualidade. “Apesar de existir as três esferas, cada com sua área de atuação, o setor regulado é o mesmo. Então, temos que estar unidos para que tenhamos um resultado adequado à sociedade”, afirmou Jackson.

A assessora técnica da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Nádia Soares, apontou que o encontro de representantes das três esferas da área estimulam ações de controle sanitário de qualidade. “No fórum, a gente quer explicar os três entes da Vigilância Sanitária. Por isso, é preciso definir papeis para que a gente se prepare para o fórum”, afirmou.

Alinhamento de ações – A reunião oportunizou, também, o alinhamento de ações internas dos departamentos de Vigilância Sanitária das três esferas administrativas.

De acordo com Jerfeson Caldas, da coordenação regional de portos, aeroportos e fronteiras da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no encontro, também foram alinhados procedimentos operacionais entre os órgãos, “seja em relação a licenciamento sanitário, autorização de funcionamento de empresas e, também, a questão da fiscalização”, exemplificou Caldas, que também participou do encontro.

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/

COMPARTILHAR