Região Norte registra mais de 20 mil casos de dengue este ano

    0
    751

    Número é 157% maior que o registrado no ano passado

    A região norte do país registra quase 27 mil casos de dengue este ano, um aumento de 157 por cento em relação ao ano passado. Os dados estão no último boletim epidemiológico consolidado pelo Ministério da Saúde, com informações sobre as doenças transmitidas pelo Aedes Egypti até o dia 24 de agosto.

    Dois estados da região chamam a atenção por terem registrado um aumento percentual ainda maior do que o nacional. Se no Brasil, os casos de dengue cresceram 600%, em Roraima, de um ano para o outro esse número variou mais de 1.000%. No Tocantins os casos aumentaram quase 800%.

    O Acre tem a maior incidência de dengue, mais de 604 casos por cada 100 mil habitantes. Os dados positivos ficam com o Amapá e o Amazonas, que tiveram queda nos casos de dengue. Os amapaenses têm o melhor resultado, uma queda de 77%. Um mesmo mosquito e três doenças que podem ser fatais: o aedes egypti é responsável pela transmissão da dengue, chikungunya e zika.

    Este ano, 11 pessoas morreram na região norte em decorrência da dengue. Outros seis óbitos estão em investigação. Houve queda nos casos de chikungunya: foram 32 por cento a menos que o registrado no ano passado. Já o número de casos confirmados de zika cresceu 33 por cento. Nenhuma morte foi registrada na região pelas duas doenças.

    A melhor forma de evitar doenças transmitidas pelo mosquito é a adoção de medidas voltadas para eliminação de acúmulo de água dentro de casa, em quintais e terrenos vazios.