Amazonino afirma que vai corrigir injustiças e fortalece diálogo com policiais, assegurando normalidade do policiamento nas ruas

122

FOTO: CLÓVIS MIRANDA/Secom
FOTO: CLÓVIS MIRANDA/Secom

 

O governador do Amazonas, Amazonino Mendes, anunciou, na tarde desta quinta-feira (15/3), que irá corrigir injustiças cometidas por governos passados contra policiais militares. Em reunião na sede da Associação dos Cabos e Soldados (ACS), no bairro Flores, zona centro-sul de Manaus, o governador garantiu que as promoções dentro da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) continuarão e assegurou o cumprimento da data-base de 2017 da categoria para o próximo dia 4 de abril.

“Eles foram injustiçados. Antes, não foram promovidos porque não tiveram a chance de fazer o curso, não deram a chance a eles. Eles não podem sofrer essa injustiça. Quero dizer que ninguém aqui vai sofrer injustiça no meu governo. Todos que estão aí esperando a promoção, e que foi negada injustamente, todos vocês serão promovidos. Acabou!”, declarou o governador.

Sobre as promoções ainda pendentes, Amazonino anunciou que foi criada uma comissão, composta por representantes dos policiais militares e do Governo do Estado, para acompanhar o processo junto à corporação.

Para centenas de policiais militares que lotaram a ACS, o governador afirmou que muito já foi feito pela categoria desde que ele assumiu o governo, em outubro do ano passado, e assegurou que as conquistas vão continuar. “O Amazonino, com a graça de Deus, já dobrou a alimentação, deu auxílio-fardamento, fez promoções, vai continuar com as promoções e não vai parar. Eu quero que essa seja a polícia mais feliz do Brasil e a melhor polícia do Brasil”, frisou.

Amazonino afirmou, ainda, que o Governo respeita a polícia e a legislação das promoções da PMAM. “Estou muito feliz. Porque a nossa polícia foi muito esquecida, desrespeitada e muito enganada. Representantes falsos da polícia, que só queriam se eleger e enganaram a polícia. Fizeram uma lei para não ser cumprida e não cumpriram nada, não fizeram nada. O Amazonino respeita vocês. Eu vou cumprir e cumprirei mais ainda, pois vou além da Lei”, garantiu o chefe do Executivo estadual.

Durante seu pronunciamento, Amazonino aproveitou para agradecer o empenho dos policiais militares no trabalho diário, nas ruas da capital e do interior do Estado.  “Eu vim aqui humildemente, em nome do povo amazonense, agradecer o heroísmo dessa polícia. Mesmo com contingente pequeno, tem dado conta do recado admiravelmente. Muito obrigado a vocês policiais. Eu reconheço o esforço que vocês estão fazendo. Ninguém fica na mão”.

O presidente da Associação dos Cabos e Soldados do Amazonas, Igo Silva, reconheceu os avanços promovidos pelo novo governo, em apenas cinco meses.  “Essa tropa precisa, além de um governador, de um pai, porque ela ficou tanto tempo abandonada, mas uma coisa é inegável, se forem fazer comparação em números entre os últimos quatro anos e os atuais cinco meses, esse foi o governo que mais deu para a nossa categoria. Eu tenho fé em Deus governador, que é só o começo de muitas vitórias”, afirmou Igo.

Reunião na sede do Governo – O encontro com os policiais na sede da ACS ocorreu após reunião que o governador manteve, na sede do Governo, zona oeste de Manaus, com Igo, o presidente da Associação dos Subtenentes, Sargentos e Oficiais da Administração da Polícia e Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (ASSOABPMAM), Francisco Pereira, o “Pereirinha”, além do presidente da Associação dos Praças do Estado do Amazonas (Apeam), Gerson Feitosa. Na ocasião, o governador reiterou que o diálogo sempre esteve aberto.

Promoções – Desde que assumiu o governo, há cinco meses,  Amazonino Mendes  promoveu 3.293 policiais militares, atualizando o quadro de promoções dos anos de 2014, 2015 e 2016.

O Governo do Amazonas mantém em andamento, por meio da PMAM, o cumprimento de todas as etapas para promoção de policiais militares. Entre os pré-requisitos está a capacitação. Mais de 3.500 policiais militares passam por curso de formação para promoção à graduação imediata. Em novembro de 2017, o Governo iniciou curso de formação visando a promoção de 2.200 policiais militares e, no final de fevereiro deste ano, iniciou nova turma, com 444 policiais.

Retirado de

Powered by WPeMatico

Compartilhar