Cabo Maciel denuncia maus-tratos no Batalhão de Trânsito da PMAM

46

Na manhã desta quarta-feira (11), o deputado Cabo Maciel (PR) denunciou que estariam ocorrendo “maus-tratos e retaliação” contra policiais militares no Batalhão de Trânsito, da Polícia Militar do Amazonas (BAPTran). Segundo o deputado, essas denúncias chegaram a seu conhecimento no dia 29 de março e dizem respeito a transferências de policiais do trânsito para outros batalhões, quando eles procuram seus direitos.

Cabo Maciel relatou que o comandante do batalhão, tenente-coronel Keliton César de Souza Rodrigues, cobra lealdade da tropa “mas quando um comandante quer uma tropa leal ele faz por onde”.

O deputado explicou que o Batalhão de Trânsito atua com policiamento específico, como a Rocam ou o Choque. “É um policiamento preparado para fazer escolta de autoridades, desvios no trânsito e outras tarefas, mas esbarra num problema: as motos que estão funcionando no BAPTran têm sua manutenção feita com o dinheiro do próprio policial militar que nela trabalha”, afirmou.

Segundo o parlamentar, “o policial tira dinheiro do próprio bolso para fazer a manutenção dessas motocicletas para poder trabalhar”.

“Quero saber para onde está indo o dinheiro do convênio entre a Polícia Militar e o Detran, que deveria ser utilizado para fazer a manutenção dessas motos. Não é justo o esforço feito pelos policiais se há dinheiro para se fazer a manutenção”, cobrou ele.

CETI de Itacoatiara

Cabo Maciel falou ainda sobre o Centro de Educação Integrada (CETI) de Itacoatiara, que não foi inaugurado até hoje, apesar de já estar com as obras terminadas. “Há 60 dias os moradores do município estão aguardando a tão sonhada inauguração”, disse ele, acrescentando que existem 720 alunos matriculados e sem aula no município.

Retirado de www.ale.am.gov.br

Compartilhar