Campanha de respeito à mulher no Carnaval percorre bandas de Manaus para sensibilizar população

39

FOTO: DIVULGAÇÃO/SEJUSC
FOTO: DIVULGAÇÃO/SEJUSC

“Carnaval sem assédio”, “Não é não”, “Não me toque sem permissão” e “Minha roupa não me define” são algumas das frases que fazem parte da campanha “Respeite a Mulher” do Governo do Amazonas, promovida pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), por meio da Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres (SEPM) no período do Carnaval.

O objetivo é sensibilizar as pessoas sobre o direito da mulher em brincar o Carnaval sem ser importunada, julgada e, principalmente, violentada, seja por causa do traje, pelo modo de dançar, pela ingestão de bebidas alcoólicas ou pelo simples fato de estar presente no local da festa.

Com placas em punho, mulheres à frente da campanha percorreram várias  bandas de Manaus. No Carnaboi, que aconteceu nesta Segunda-Feira Gorda de Carnaval, assim como no desfile das escolas de samba, o público apoiou a iniciativa.

“Ficamos surpresas com a aceitação das pessoas, inclusive do público masculino, que pediu as placas para tirar fotos e, com esse gesto, alguns homens demonstraram que o Carnaval não é desculpa para assediar mulheres”, disse a secretária da SEPM, Viviane Fernandes.

A operadora de caixa, Daniele Farias falou que essa campanha pode parecer simples para o entendimento de alguns mas para a maioria das mulheres é importante e precisa ser fortalecida.

“Já trabalhei em um bar e o que mais eu via era mulher reclamando e sendo vítima de homens que as assediavam. Mesmo ela dizendo não, o cara estava ali na insistência. Às vezes, acabava em xingamentos, brigas, só porque eles não suportavam ser ignorados ou dispensados”, explicou.

A campanha de respeito à mulher continua nesta terça-feira (13/02) e desta vez será na Banda do Galo.

Retirado de

Powered by WPeMatico

Compartilhar