Caso de suspeita de adulteração de idade na Copa São Paulo é encaminhado à polícia

252
Brendon teria utilizado identidade de um rapaz preso por tráfico de drogas (Foto: Reprodução/Facebook Paulista)
Brendon teria utilizado identidade de um rapaz preso por tráfico de drogas (Foto: Reprodução/Facebook Paulista)

Finalista da Copa São Paulo e uma das sensações da competição, o Paulista pode ser eliminado e ainda se envolver em um caso de polícia. Isso porque a diretoria do Batatais alega que o atleta Brendon Matheus Lima dos Santos, da equipe de Jundiaí, utilizou documentos falsos para adulterar sua idade e poder atuar no torneio.

As oitavas da Champions estão definidas. Assine o EI PLUS e tenha uma programação exclusiva aonde você estiver. Só R$ 1

De acordo com a “Espn”, o real nome de Brendon seria Heltton Matheus Cardoso, de 22 anos, não 20, conforme declarado. O documento utilizado pelo atleta, inclusive, seria de um rapaz do Rio de Janeiro, mantido preso sob acusação de tráfico de drogas e roubo.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) confirmou, em nota oficial, que recebeu a denúncia e o caso está sendo apurado “com todo o rigor” pela corregedoria da entidade, a polícia civil e o Ministério Público. Novidades sobre a investigação devem ser divulgadas nesta segunda-feira (23).

Dia 30 de janeiro estreia no Esporte Interativo: o +90!

Filed under: Brasileirão, Futebol Brasileiro, Home, Notícias Tagged: adulteração, Copinha, Ministério Público, Paulista, Polícia
Esporte Interativo – Futebol Brasileiro, Liga dos Campeões e Lutas

Compartilhar