Defensoria Pública faz mutirão de atendimento a presos do Centro de Detenção Provisória Masculino 2

75

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

 

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) iniciou, nesta terça-feira (27/2), o atendimento em sistema de mutirão para presos do Centro de Detenção Provisória Masculino 2 (CDPM 2), localizado no quilômetro 8 da BR-174 (Manaus – Boa Vista), onde, no último final de semana, houve um princípio de tumulto com um agente penitenciário feito refém por 30 presos do Pavilhão 1.

Cinco defensores da Defensoria Especializada em Execução Penal estão ouvindo os presos na unidade. A previsão é de que o atendimento aconteça até que sejam ouvidos todos os detentos que precisam dos serviços da DPE-AM. O objetivo é analisar os processos, informar sobre o andamento dos processos e os que estão em fase de sentença. No CDPM2 estão 275 presos.

Os defensores que atenderam a unidade nesta terça-feira foram Thiago Nobre Rosas, Arthur Sant’Anna Macedo, André Reis, Rafael Albuquerque Maia e Messi Elmer Vasconcelos Castro.

Retirado de

Powered by WPeMatico

Compartilhar