Detran-AM apreende mais de 40 veículos em operação na Ponte Jornalista Phelippe Arce Daou

96

FOTO: DIVULGAÇÃO/DETRAN-AM
FOTO: DIVULGAÇÃO/DETRAN-AM

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) reforça fiscalização na Ponte Jornalista Phelippe Daou (Ponte Rio Negro) com blitz itinerantes. Durante as ações no local foram retidos 44 veículos, a maioria estava com licenciamento em atraso e mau estado de conservação. Sete motoristas foram flagrados dirigindo embriagados.

De acordo com o diretor presidente do Detran-AM, Vinícius Diniz, as blitz itinerantes serão diárias e a fiscalização na ponte será reforçada. “Nosso objetivo com essas ações é trazer mais segurança a população, os carros que estão com débito no licenciamento e que estão mau estado de conservação e trazem um real risco a segurança de terceiros, serão retirados das ruas. Nosso papel é zelar pela segurança das pessoas que fazem parte do trânsito”, afirma Diniz

Durante operações realizadas entre quinta-feira (07/12) e a madrugada desta segunda-feira (11/12), o Detran-AM apreendeu 116 veículos por irregularidades, sendo 47 motos e 69 carros durante a fiscalização da Lei Seca, no total foram efetuados 187 autos de infração, entre as principais infrações constatadas, estava licenciamento em atraso, motoristas sem possuir ou sem porte da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), veículos em mau estado de conservação e motociclistas sem capacete. Onze motoristas foram flagrados dirigindo embriagados. As blitz foram realizadas nas zonas leste, norte, sul e centro-sul da capital.

Além das fiscalizações, agentes do Detran-AM realizam um trabalho de educação de trânsito, orientando os condutores sobre as boas práticas no trânsito e quanto aos riscos de dirigir e consumir bebida alcoólica. “Queremos que as pessoas sejam mais conscientes nas vias, que elas saibam seus diretos, mas que cumpram os seus deveres, não estamos aqui somente para punir, mas para orientar também”, enfatizou Diniz.

A intensificação da Operação Lei Seca, nas principais vias de Manaus, faz parte do planejamento estratégico do Governo do Estado do Amazonas para fortalecer a fiscalização das leis de trânsito. Diniz destaca ainda a importância da parceira com as polícias Civil e Militar, que seguindo orientação do secretário estadual de Segurança Pública e vice-governador Bosco Saraiva e também do governador Amazonino Mendes, tem como prioridade conter a violência para preservar vidas e garantir a cidadania.

Onze foram autuados por embriaguez

Além dos motociclistas flagrados dirigindo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH), onze motoristas foram autuados por embriaguez ao volante. Um deles durante fiscalização na ponte Jornalista Phelippe Daou furou o bloqueio dos agentes e tentou fugir conduzindo o veiculo por cima da calçada. Ele se recusou a realizar o teste de alcoolemia, mesmo assim foi lavrado o Termo de Recusa e ele sofrerá as mesmas sanções administrativas daqueles que tiveram o teste positivo: multa de R$ 2.934,70; suspensão da CNH por 12 meses e retenção do veículo.

Durante as abordagens são averiguadas a documentação do condutor e do veículo, os equipamentos de segurança, como capacete, o funcionamento de itens obrigatórios, a exemplo de sinaleira e retrovisores, como também a procedência do veículo com a perspectiva de evitar e combater delitos de roubo e furto de carros e motocicletas.

Retirado de

Powered by WPeMatico

Compartilhar