Detran-AM usa arte para levar educação de trânsito em escolas

78

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Alunos da Escola Estadual Gilberto Mestrinho estão mais envolvidos na busca por um trânsito melhor. Eles participaram esta semana da campanha de Educação no Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), promovida pelo Projeto Sinaleira. O programa inédito do Governo do Estado conta com a parceria do Ministério Público do Trabalho (MPT), Prefeitura de Manaus e com a Associação Beneficente o Pequeno Nazareno, para combater o trabalho infantil.

Com a ajuda dos super-heróis do Trânsito “Faixa Maravilha”, “O Super Semáforo”, “Capitão Capacete” e “Cinto Fantástico” do teatro de fantoches, os alunos aprenderam conceitos fundamentais, como o respeito à sinalização, prudência e gentileza no trânsito, tudo de forma lúdica e divertida.

Em uma das dinâmicas, os estudantes se transformaram nos pinos de um grande jogo de tabuleiro. A cada rodada, avanços e recuos de casas eram relacionados a diversas situações enfrentadas no dia a dia por motoristas, passageiros e pedestres. Além do teatro de fantoches, a equipe de educação de trânsito do Detran-AM distribuiu material educativo com a temática da sinalização de trânsito.

“A política de educação no trânsito deve ser discutida nas escolas, ensinando os estudantes a compreenderem como é o funcionamento do trânsito para que as pessoas, pensando na valorização da própria vida, possam respeitar o outro e, consequentemente, ajudar a reduzir a incidência de acidentes e mortes”, explica a assistente social da Associação Beneficente o Pequeno Nazareno, Sidivane Guimarães.

Arte que educa – Para a coordenadora da Gerência de Educação de Trânsito do Detran-AM, Mitza Brasil, conscientizar através da arte e de brincadeiras é a melhor forma de alcançar as crianças. Elas passam a ser disseminadoras desse conhecimento.

“O objetivo é usar a arte como um instrumento informativo para a futura geração de motoristas. Sabemos que eles sempre conversam sobre esses temas com os colegas e até mesmo com a família, com isso, eles podem ser multiplicadores dessas informações de conscientização”, enfatizou.

O aluno Lucas Silva, tem 7 anos, comenta que gostou da peça porque aprendeu com os personagens a importância de usar o cinto de segurança e estar sempre atento no trânsito. “Achei muito legal eles mostrarem também que o uso do celular para dirigir pode causar muitos acidentes”, conta.

 
Projeto Sinaleiras – É uma iniciativa interinstitucional e intersetorial envolvendo 13 órgãos do Governo do Estado, quatro órgãos municipais, o Ministério Público do Trabalho e associações beneficentes que atuam na causa da criança e do adolescente em Manaus.

O projeto contempla ações de sensibilização da Operação Esperança e de Abordagem Social às crianças e adolescentes que trabalham nos semáforos, reforçando o trabalho durante o período de festas de fim de ano e o recesso escolar.

Dentro do projeto Sinaleiras estão previstas, ainda, ações de sensibilização por meio de veículos de comunicação e redes sociais, para ampliar o alcance das ações e erradicar o trabalho infantil das ruas de Manaus.

Retirado de

Powered by WPeMatico

Compartilhar