Educação articulada do SESI e SENAI forma jovens do Ensino Médio, técnico em administração e inglês

304

 Formandos do ensino articulado do SESI e SENAI

Uma dos 46 alunos a se formar ontem (1º) na primeira turma do Ensino Médio do SESI e Educação Profissional do SENAI (EBEP), Beatriz Lima, de 17 anos, disse que valeu a pena estudar desde a alfabetização no SESI. “Aqui adquiri a oportunidade de realizar sonhos, de construir metas e cumpri-las, e de ser mais que uma simples estudante e me formar pronta para competir e ingressar na indústria”, revelou a estudante

Na noite de terça-feira os alunos da Escola SESI Dra. Emina Barbosa Mustafa, no São José, receberam o certificado de conclusão do Ensino Médio articulado com o ensino profissionalizante do SENAI. A turma participou nos últimos dois anos da qualificação técnica em administração.

“Cursar o ensino médio com a vantagem de aprender uma profissão me deixa à frente nesta competição de conseguir um emprego. Minhas chances de entrar no mercado de trabalho dobram, pois em meu currículo tenho o Ensino Médio completo e o curso técnico em Administração, vantagem que irá ajudar neste início da minha independência”, avalia o formando Wesley Sousa, de 17 anos.

Alunos do EBEP também puderam optar por receber curso de inglês intensivo a distância e presencial, o Conexão Mundo.

O curso de 340 horas é um programa de intercâmbio de línguas que apresenta aos jovens a oportunidade de aprofundar conhecimentos da língua inglesa ao serem acompanhados por monitores americanos em plataforma virtual e em aulas presenciais. O Conexão Mundo é uma parceria do SESI e SENAI com o US-Brazil Connect.

Beatriz e Wesley estavam entre 38 alunos do EBEP que receberam o certificado do Conexão Mundo. Pelo 2º ano consecutivo, Beatriz buscou atingir a meta pessoal de ser classificada como a melhor aluna do curso de inglês para conseguir uma das duas vagas a viagem aos Estados Unidos.

“Fui determinada no aprendizado do inglês para ter a experiência de viajar para os Estados Unidos e conhecer  outra cultura, conversar com fluência em inglês com os próprios americanos e viver esse novo momento de minha vida e todas essas conquistas agradeço a essas instituições”, ressalta Beatriz, que já está com passagem marcada para passar 15 dias em Denver, Colorado (EUA), em fevereiro.

Para 2016, a educação articulada do SESI e do SENAI tem novo desafio de atender cerca de 100 alunos no Ensino Médio e nos cursos técnicos de administração e informática, além de oportunizar o acesso ao programa de intercâmbio de línguas.

“Esse formato de educação integrada SESI e SENAI vem ganhando um formato cada vez mais interessante com o viés na empregabilidade desses jovens estudantes após a conclusão do Ensino Médio. O SENAI torna-se parceiro do SESI para tornar possível a realização da educação básica com a educação profissional, baseando-se nas competências que o mercado de trabalho demanda”, explica o gerente da Escola SENAI Antônio Simões, José Nabir.

De acordo com a diretora técnica do SESI Amazonas, Rosana Vasconcelos, a instituição vem lapidando a prática pedagógica para ampliar o EBEP em suas unidades de educação. Em 2015 foi oferecido o curso de administração, mas no próximo ano será lançado o curso técnico de informática, ministrado pelos instrutores da Escola SENAI Antônio Simões.

“O ensino articulado para os alunos do Ensino Médio é produto estratégico do SESI e SENAI e para aumentar o número de atendimento neste serviço, o SESI vem realizando investimento em infraestrutura de nossos laboratórios, dando a oportunidade aos alunos da instituição o diferencial de receber um ensino que os preparam para o mercado de trabalho”, explicou Vasconcelos.

Senai » News

Compartilhar