Governo Amazonino Mendes anuncia promoções da Polícia Militar do Amazonas

41

FOTO: Bruno Zanardo / Secom
FOTO: Bruno Zanardo / Secom

 

O governador Amazonino Mendes autorizou nesta sexta-feira (23/02) o pagamento das promoções de cerca de 1.180 policiais militares do Amazonas, o que vai zerar a fila de policiais das turmas de 2014 e 2015, que aguardavam promoções, e atender parcela das pendências de 2016. As promoções abrangem todas as patentes e serão pagas já na folha do mês de março.

A decisão foi anunciada pelo vice-governador e secretário de Segurança Pública, Bosco Saraiva, durante entrevista coletiva na sede do Governo do Amazonas, no bairro Compensa II, zona oeste de Manaus. Acompanhado da cúpula da Polícia Militar e da Polícia Civil, Saraiva elencou avanços e melhorias em prol dos profissionais da segurança e disse que o governador Amazonino Mendes segue recuperando o setor de forma planejada e preparando outras melhorias.

“Estamos trabalhando somente há cinco meses e já fizemos mais do que foi feito nos últimos anos. Evidentemente que temos que calcular o caixa do governo e ir, gradativamente, anunciando essas melhorias. As promoções serão publicadas hoje e já em março estarão à disposição dos promovidos”, afirmou Bosco Saraiva.

Este ano, o governo estadual pagou em fevereiro o auxílio-fardamento aos policiais militares e bombeiros, no valor de R$ 2.275,00. A categoria estava há mais de quatro anos sem receber fardamento. As duas categorias também tiveram o reajuste de 100% no auxílio-alimentação, que saiu de R$ 300 para R$ 600; e o aumento do auxílio- moradia, que também dobrou de valor, chegando a R$ 600.

De acordo com Saraiva, as promoções  que ainda restam de 2016 e as de 2017 já estão sendo trabalhadas e a ordem é agilizar os processos. “Seguimos a disposição das atas por uma ampla comissão formada por lei que tem, inclusive, a representatividade das associações”, pontuou o secretário de Segurança.

O pagamento das promoções em março representará um impacto mensal de R$ 1,7 milhão na folha da PMAM, segundo o governo. De acordo com o comandante-geral da PMAM, coronel David Brandão, havia promoções atrasadas desde 2014 e a decisão do governador Amazonino é um sinal do compromisso com a segurança pública.

“Para o policial militar é um reconhecimento, do comando e do governo, a ascensão normal na carreira. Já estávamos com promoções atrasadas desde 2014 e o senhor governador Amazonino Mendes, de uma forma célere, decidiu”, destacou.

Conforme o comandante-geral, a medida do governo zerou as atas de promoções pendentes de 2014 e 2015 e contemplou parte dos processos de  promoções de 2016. “Trazendo tranquilidade e bem estar aos nossos policiais e, acima de tudo, reconhecimento ao trabalho e diuturno”, disse.

Retirado de

Powered by WPeMatico

Compartilhar