Manaus registra redução de 56% no número de ocorrências em eventos do Carnaval 2018

23

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

Dados da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) apontam para uma redução média de 56% no número de ocorrências registradas nas bandas e eventos do Carnaval 2018, em Manaus. Entre a quinta-feira (8) e a noite de terça-feira (13), a capital teve 52 eventos carnavalescos com policiamento reforçado. No perímetro dos eventos, as ocorrências caíram na comparação com 2017. Foram registrados 37 roubos e furtos, número 57% menor que ano passado, quando ocorreram 86 casos.

A redução nos índices reflete as ações integradas desenvolvidas pela SSP-AM envolvendo Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros (CBMAM) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Houve ainda o registro de sete casos de brigas, quatro de ameaça e três de injúria. Além de quatro casos de incivilidade, com danos ao patrimônio.

Em janeiro, o vice-governador e secretário de Segurança, Bosco Saraiva, deu início à Operação Alegoria Proibida, com ações focadas no combate ao tráfico de drogas e reforço das ações policiais voltadas para o período carnavalesco. Só em Manaus, a operação resultou na prisão de 58 pessoas.

“Com o esforço de todas as forças policiais, conseguimos um resultado extremamente positivo, levando mais tranquilidade para esse período de festas. Agora estamos voltados para a Quaresma. Vamos realizar uma grande ação focada no combate aos crimes contra crianças, adolescentes e a violência contra a mulher. Também estaremos nos bairros com ações de cidadania, esporte e cultura para a juventude”, disse Bosco Saraiva, que percorreu as bandas e blocos ao lado de uma equipe de policiais civis, militares e do Corpo de Bombeiros durante todo o período do Carnaval.

Efetivo – Desde a última sexta-feira (9/2), especificamente no início do final de semana de Carnaval, foi empregado um efetivo de 2,5 mil servidores dos órgãos do sistema de segurança pública. Câmeras do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) e um Drone realizaram o monitoramento no sambódromo, onde eventos como a banda do Galo reuniram cerca de 120 mil pessoas.

“Um Carnaval de alegria onde as pessoas foram para brincar, até pelo forte aparato de segurança disponibilizado para os foliões”, ressaltou o comandante-geral da PM, coronel David Brandão.

Portaria – A fiscalização nos blocos e eventos carnavalescos ocorreu com base em normas de segurança e também por meio das regras da portaria assinada no dia 17 de janeiro com representantes de bandas e blocos carnavalescos de Manaus, que estabeleceu normas para a realização de eventos em vias públicas da cidade, dentre elas a proibição de consumo bebidas em garrafas de vidro e churrascos em espetos por questões de segurança.

“A polícia presente em todos os lugares inibe determinados comportamentos delituosos. Normalmente acontecem alguns fatos, que são normais de aglomeração, mas em si, as coisas estão ocorrendo normais. É a unidade do trabalho da SSP”, completou o Delegado-Geral da Polícia Civil, Mariolino Brito.

Além do efetivo do Corpo de Bombeiros Militar no Sambódromo e nas bandas e blocos carnavalescos, duas viaturas de prevenção e resgate ficaram nas saídas da BR-174 e na Ponte Rio Negro para otimizar o tempo resposta em caso de alguma ocorrência nas estradas. “Os cinco primeiros minutos são essenciais para salvar uma vida. Agilizar esse atendimento garante que uma vítima de algum acidente sobreviva”, destacou o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Mauro Freire.

A Central Integrada de Fiscalização, envolvendo órgãos do Governo do Estado e da Prefeitura de Manaus, vistoriou 76 eventos de janeiro até ontem. Onze eventos foram notificados e autuados por descumprimento às normas da portaria. Houve a retirada de materiais proibidos e, ao todo, 20 barracas de lanches e bebidas e 10 barracas de similares foram removidas dos eventos em vias públicas. Um homem foi preso portando um simulacro de arma de fogo.

Retirado de

Powered by WPeMatico

Compartilhar