McLaren chega ao Brasil em 2018 com seus superesportivos

21

Ayrton Senna ganhou uma belíssima homenagem na noite de sábado, 9: o McLaren Senna. Este é o nome do novo superesportivo da marca britânica.

O modelo foi revelado em uma festa na sede da montadora, em Woking, na Inglaterra. O nome surpreendeu os convidados.

Isso porque o superesportivo estava sendo chamado de P15. Trata-se do novo topo de linha da McLaren.

O Senna é o mais importante integrante da “Ultimate Series”, a família de carros mais apimentados da McLaren. Seu motor é o mesmo 4.0 V8 turbo do 720S.

No entanto, o propulsor foi retrabalhado para gerar 790 cv. O torque supera os 80 mkgf.

O Senna é também um dos carros mais leves da história da McLaren. Tem 1.198 quilos.

Ayrton Senna ganhou seus três títulos mundiais pela McLaren. Foi campeão em 1988, 1990 e 1991. Disputou também pela equipe britânica os campeonatos de 1992 e 1993, que perdeu para Nigel Mansell e Alain Prost, respectivamente.

A McLaren mostrou na noite deste sábado (9) a versão final de seu novo superesportivo topo de linha. O modelo foi batizado de Senna, em homenagem ao tricampeão Ayrton Senna.

Em 1994, se transferiu para a Williams. Disputou duas corridas. Na terceira, no circuito de San Marino, sofreu o acidente fatal.

Senna é considerado o maior nome da história da McLaren, ao lado do próprio Prost. O francês é tetracampeão, mas também ganhou títulos por outras equipes.

O McLaren Senna chega para ser sucessor do P1 como topo de linha da montadora. Ele terá 500 unidades produzidas. O preço é de 750 mil libras, que equivalem a cerca de R$ 3,4 milhões.

A McLaren começará a vender carros no Brasil em 2018. O carro mais barato será o 570S, por cerca de R$ 1,8 milhão.

O McLaren Senna não está descartado para o mercado brasileiro.

O post McLaren chega ao Brasil em 2018 com seus superesportivos apareceu primeiro em Notibras.

Notibras

Compartilhar