Nota da UEA sobre paralisação anunciada pelo SIND-UEA

107

Nota da UEA sobre paralisação anunciada pelo SIND-UEA

 

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) informa que as atividades acadêmicas nesta quarta-feira (14) não sofreram prejuízos, apesar do anúncio do Sindicato dos Docentes da instituição (SIND-UEA) em realizar paralisação nesta data. Todas as unidades também mantêm serviços essenciais, que incluem os trabalhos de secretaria e protocolo, por exemplo.

A UEA respeita a decisão tomada no último dia 9 de março durante assembleia promovida pelo SIND-UEA, onde ficou aprovada por apenas oito votos a paralisação no dia 14 deste mês. Faz-se importante destacar que o efetivo que deliberou pela paralisação representa menos de um por cento (0,7%) do total de 1.058 professores que compõem o quadro de docentes da instituição, tanto em Manaus como no interior do Estado do Amazonas.

O novo Governo do Amazonas, que assumiu em outubro do ano passado, tem promovido, com planejamento e ajustes nas contas públicas, melhorias aos servidores da UEA. Em dezembro passado, os professores e técnicos servidores da instituição receberam a remuneração referente às promoções horizontais e verticais, bem como de conclusão de estágio probatório. Foram beneficiados com a medida 1.091 servidores, sendo 789 professores e 293 técnicos-administrativos. Alguns dos servidores esperavam desde 2015 pelo benefício.

Também fruto da reorganização das finanças públicas, o novo governo pagou o escalonamento de 2017, em fevereiro deste ano, e programou o pagamento da Gratificação de Produtividade Acadêmica (GPA) para a partir do mês de março deste ano, quando retornam os projetos e bolsas que estavam parados.

Retirado de

Powered by WPeMatico

Compartilhar