Site Página 3

Deputados derrubam vetos e aprovam mudanças na Aleam na 1º votação do ano

0

Com uma pauta de cinco vetos do governo, um Projeto de Lei (PL), três Projetos de Resolução Legislativa (PRL) e uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), o plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) iniciou nesta quarta-feira (20), a sessão de votação semanal da Ordem do Dia. Na sessão presidida pelo deputado Josué Neto (PSD), o principal destaque nos debates foi o veto parcial ao PL nº 178/2018, do ex-deputado Sidney Leite (PSD), que cria o mês de imunização obrigatória contra o vírus HPV nas escolas estaduais e municipais.

O veto foi derrubado por 16 votos contra, um a favor e uma abstenção, com posicionamentos favoráveis ao projeto do presidente Josué Neto, que defendeu a necessidade de intensificar uma campanha já instituída no governo Omar Aziz. A justificativa é que o Amazonas ocupa o primeiro lugar nos índices de câncer de colo de útero, que tem no vírus HPV um de seus principais causadores.

Fizeram coro à à favor de Josué os deputados Dra. Mayara Pinheiro, Belarmino Lins, Álvaro Campelo e Dermilson Chagas, da bancada do PP, Augusto Ferraz (DEM) e Dr. Gomes (PSD). Outros três vetos totais, aos PLs nº 140/2016, da deputada Alessandra Campêlo (MDB), e nº 70/2011 e 90/2018, do ex-deputado Luiz Castro (REDE) foram mantidos, e um veto parcial ao PL nº 178/2018, do ex-deputado Sidney Leite foi retirado de pauta.

O PL nº 18/2019, do Executivo, e os três PRLs da Mesa Diretora da Aleam, de nº 05/2019, que transforma a Gerência de Serviço Social em Diretoria e define atribuições; de nº 02/2019, que modifica incisos e alíneas do artigo 27 do Regimento Interno, referente às comissões técnicas; e o de nº 03/2019, que altera a RL 469/2010, definindo atribuições aos novos cargos na Mesa Diretora, foram aprovados.

Os deputados votaram e aprovaram ainda por unanimidade dos presentes, a PEC nº 01/2019, da Mesa Diretora, que altera os critérios de escolha dos cargos de Procurador-chefe e Procurador-Adjunto da Procuradoria Geral da Aleam, tornando-os privativos dos procuradores ativos e inativos da Casa, maiores de 30 anos e com pelo menos 5 anos de carreira. Ao final da votação foram promulgadas as Resoluções Legislativas nº 693/2019 e 694/2019, referentes às alterações no Regimento Interno e a Emenda Constitucional nº 01/2019, referente aos cargos da PG/Aleam.

“O governo apresenta sucessivos erros de gestão”, diz Wilker Barreto

0

O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) suspendeu nesta terça-feira (19), a dispensa de licitação realizada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) sobre o fornecimento de refeições aos alunos da rede estadual. O alerta, no entanto, já havia sido feito no dia 14 de fevereiro, quando o deputado estadual Wilker Barreto (PHS) protocolou requerimento pedindo explicações à pasta do Governo do Amazonas.

No requerimento o parlamentar indagou o valor de contratação no montante de R$32,9 milhões, enquanto que o valor de contrato suspenso é de R$21.832.360.00. O parlamentar criticou duramente o Governo e chamou de vergonhosa a atitude.

“O Governo Wilson Lima com 50 dias já começa a apresentar um quadro de infecção generalizada, onde você aperta começa a sair pus. Isso é uma vergonha, quase R$ 12 milhões a mais. Para minha surpresa, a empresa que ganhou o presente da dispensa da licitação foi a que perdeu o certame de 2018, pois tinha o maior preço. E o Governo, no discurso da moralidade, me faz uma dispensa de R$12 milhões mais caro para fornecer menos refeição do que foi em 2018”, destacou Wilker.

O Ministério Público de Contas (MPC) já havia entrado com pedido de medida cautelar suspendendo a dispensa de licitação e alegou, para tal, que a dispensa é mais de 50% maior que o contrato para o mesmo serviço, suspenso judicialmente em 2018, e ainda fornece alimentação de má qualidade.

“O governo Wilson Lima reescreve a administração do que não se deve fazer. E o que é pior: quem está comandando a pasta usa uma lógica simples, que é o faça o que eu diga, mas não faça o que eu faço. Se a Seduc fizesse a dispensa no valor igual que foi questionado em 2018, já seria uma dúvida, mas ela se reinventou e contratou uma mais cara em 12 milhões. Será que ninguém sabe a diferença, que um total de 21 é menos que 32 milhões?”, indagou Wilker.

Diante do exposto, o deputado solicitou que o requerimento do dia 14/02/2019 possa ser apreciado com urgência. No documento, constam cinco questionamentos, dentre elas que a Seduc apresente a proposta de valores das cinco empresas participantes do processo de Dispensa de Licitação, bem como o atestado de aptidão técnicas das empresas. Além disso, questiona quais as providências estão sendo adotadas para fornecer as refeições aos alunos.

“Essa ação do TCE prova que meu papel não é denunciar por denunciar. Ao apresentar o requerimento é porque há indícios que precisam ser aclarados. Por isso o parlamento estadual precisa apreciar o requerimento e fica aqui minha tristeza pelo gesto errôneo dessa administração”, disse Wilker.

 

Texto: Assessoria do Deputado

Gabinete do Deputado Wilker Barreto (PHS)

Anderson Silva – (92) 99173-7780 / 99906-2653

Nathalia Silveira – (92) 98157-3351

Gabinete – (92) 3183 – 4324

Fotos: Joel Arthus

 

Cabo Maciel anuncia reunião com secretário da Seap para explicar situação do sistema penitenciário

0

O vice-líder do Governo, deputado Cabo Maciel (PR) informou nesta quarta-feira (20) que convocou o secretário de Estado da Administração Penitenciária (Seap), tenente-coronel PM Marcus Vinícius Oliveira para uma reunião na Comissão Permanente de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), às 8h30 desta quinta-feira (21), para explicar aos deputados as principais medidas adotadas pelo Governo do Estado na pasta.

De acordo com o parlamentar, que é presidente da Comissão de Segurança Pública, a convocação do secretário da Seap acontece um dia depois da discussão em plenário sobre contratos do governo com empresas que prestam serviços ao sistema penitenciário. “A reunião será a grande oportunidade dos deputados tirarem suas dúvidas quanto ao funcionamento do sistema prisional no Amazonas e elevar o nível dos discursos sobre o tema”, disse.

O deputado Cabo Maciel informou, também, que se reuniu com o secretário Marcus Vinícius semana passada e que tomou conhecimento das principais dificuldades enfrentadas pelo sistema deixadas pelo governo anterior e o plano emergencial adotado pela atual administração. Um dos problemas encontrado diz respeito ao pagamento de contratos com fornecedores, que estava atrasado desde outubro do ano passado, atualizado este mês pelo governo.

Para Cabo Maciel, o Governo do Estado está trabalhando para manter o sistema penitenciário funcionando. O deputado do PR disse que, partir deste mês de julho, a Seap vai iniciar licitação para contratar empresas para administrar os presídios e este processo contará, pela primeira vez na história, com a consultoria da Fundação Getúlio Vargas e a fiscalização do Ministério Público Estadual (MPE) para garantir a sua transparência.

 

Texto: Assessoria do Deputado

Gabinete do Deputado Cabo Maciel (PR)

Paulo Ferraz (92) -9425-2514

Jerson Aranha (92) 99156-0879

Antônio Lopes (92) 99103-5820

Detran-AM divulga Edital para credenciamento de leiloeiros

0

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) divulga Edital para credenciamento Leiloeiros Oficiais, a fim de conduzirem, mediante contrato de prestação de serviços, os leilões de veículos removidos, retidos e mantidos em depósito pelo órgão. O prazo para credenciamento segue até o dia 25 de fevereiro.

As inscrições devem ser realizadas por meio do preenchimento de requerimento que deve ser entregue à Comissão Permanente de Credenciamento do órgão, contendo a documentação exigida no Edital, sendo entregue em dois volumes: um contendo os documentos que solicitam a habilitação jurídico-fiscal e outro contendo documentos que solicitam a Habilitação Técnica.

Os documentos devem ser entregues, das 8h às 12h, no Protocolo Administrativo do Detran-AM, situada na sede do órgão, na avenida Mário Ypiranga, nº 2.884, bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul. Os documentos devem ser direcionados à Comissão Permanente de Credenciamento. O prazo de validade do credenciamento será de 24 meses.

Impedimento – Estão impedidos de participar do credenciamento os leiloeiros oficiais que se enquadrarem em pelo menos uma das seguintes situações: que possua grau de parentesco com membros da Comissão Permanente de Credenciamento, ocupantes de cargos em comissão, superintendentes e quaisquer servidores do Detran-AM; incluídos no cadastro de fornecedores impedidos de licitar e no cadastro de inadimplentes na Secretaria de Fazenda do Amazonas; e empresas e consórcios. Os servidores do Detran-AM, bem como os terceirizados e estagiários, estão impedidos de participar dos leilões e arrematar o bem.

Confira os links abaixo:

http://www.detran.am.gov.br/wp-content/uploads/2019/02/14.02-EDITAL-DE-CHAMAMENTO-P%C3%9ABLICO-LEILOEIROS-2019.pdf

http://www.detran.am.gov.br/wp-content/uploads/2019/02/14.02-PORTARIA-4093-2018-DP-DETRAN-AM.pdf

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/

Sepror divulga tabela de preços de ração para peixes

0

A Secretaria de Produção Rural do Amazonas (Sepror), por meio da Secretaria de Pesca e Aquicultura (Sepa), lançou tabela de preços de insumos da aquicultura. As informações serão disponibilizadas mensalmente no site da secretaria (http://www.sepror.am.gov.br/). O objetivo é fazer um diagnóstico e avaliação econômica das oscilações de preço durante o ano.

Para o secretário da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, essa iniciativa visa democratizar as informações essenciais relativas aos preços dos insumos da cadeia produtiva de piscicultura. “Permitir com isso maior competitividade e garantir maior produtividade ao setor”, disse Petrucio.

O secretário da Sepa, Leocy Cutrim, acredita que a partir desse detalhamento e divulgação das informações, o produtor poderá se programar ao longo do ano. “Com a oscilação de preços ao longo do ano, o produtor poderá se organizar para comprar os insumos no período em que ele estiver mais barato e evitar comprar nos períodos mais caros, gerando economia e fortalecimento da cadeia”, afirmou Leocy.

De acordo com dados da Sepa, a ração representa de 70% a 80% do custo de produção do peixe. “Por isso é preciso planejar a compra da ração e buscar sempre o menor preço, assim como uma ração de qualidade. Além disso, o piscicultor deve armazenar esse insumo de forma adequada e fazer o arraçoamento, processo de oferecer ração em quantidade adequada para cada fase de cultivo do peixe”, acrescentou Cutrim.

Tabela – A tabela dos insumos, referente ao mês de janeiro mostrou variação no preço para a fase de pós-larva, com 56% de proteína pura, entre R$ 121,60 e R$ 191,26. Na ração para alevinos na fase inicial, com 45% de proteína pura, entre R$ 115,00 e R$ 251,67. No entanto, a mais utilizada, na fase do crescimento, e com 28% de proteína pura, variou de R$ 41,00 a R$ 50,50. Na tabela de fertilizantes, o quilo da ureia custa entre R$ 3,00 e R$ 4,80, e a tonelada do calcário está custando entre R$ 550,00 e R$ 625,00.

“O calcário neutraliza o pH da água e aumenta a alcalinidade e a ureia faz a adubação para a produção primária no ambiente de cultivo. Já a ração que tem o menor teor proteico é a mais barata, porém ela pode representar 90% da ração utilizada no ciclo, dependendo do sistema de cultivo”, informou Felipe Lavareda, tecnólogo em Aquicultura.

O piscicultor Divino Barreto acredita que a iniciativa vai facilitar o trabalho dos produtores de peixe. “Qualquer informação que possa otimizar o nosso trabalho é bem vida, pois nos ajudará na tomada de decisões com acesso rápido e fácil”, destacou Divino.

A Sepa informou que as pesquisas foram feitas em oito empresas fornecedoras dos insumos e que a partir do próximo mês também vão ser disponibilizadas as tabelas de preços dos equipamentos utilizados e do pescado oriundo da piscicultura.

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/

Rota Manta-Manaus poderá contribuir para dinamizar comércio bilateral

0

O diretor-presidente da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam), Acram Jr., a Comissão de Geodiversidade da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM) e representantes dos empresários do Amazonas foram recebidos pelo conselheiro da Embaixada do Brasil no Equador, Evandro Araújo, para atestar a viabilidade do projeto Manta-Manaus, uma proposta que objetiva a melhoria das relações comerciais da América do Sul e que poderá encurtar, em mais de 20 dias, o comércio bilateral entre Brasil e Equador, através das hidrovias do Amazonas.

A rota multimodal é uma alternativa concreta, mais rápida para o transporte de mercadorias brasileiras e compreende o trecho desde o porto da cidade de Manta, no Equador, até o Amazonas, um projeto estratégico que poderá incrementar o comércio por hidrovias, agilizando a chegada de produtos da indústria metalmecânica até os estados do norte e nordeste do Brasil. Um novo vetor de desenvolvimento econômico para a Zona Franca de Manaus.

Nesse sentido, o Amazonas está sendo visto como o único estado com reais possibilidades de crescimento socioeconômico nesse setor e a Arsam contribuirá com o apoio jurídico na elaboração da legislação que poderá balizar essa grande oportunidade de negócios.

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/

Explosão da violência contra as mulheres é tema central de programação da Defensoria em alusão ao Dia Internacional da Mulher

0

Eventos iniciam nesta quinta-feira, 21, com o seminário “Debates sobre Violência Contra a Mulher”

 

O Núcleo de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica (Naem) da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) inicia, nesta quinta-feira (21/2), uma série de eventos tendo como tema central a explosão da violência contra a mulher e o combate ao problema que tem registrado números preocupantes no estado e em todo o país.

Em 2018, o Naem prestou atendimento a 7,4 mil mulheres vítimas de violência e, somente nos dois primeiros meses deste ano, até o último dia 18 deste mês, o núcleo já atendeu a 645 casos de violência doméstica. Do total, 398 foram registrados em janeiro e 247 em fevereiro.

A programação especial da Defensoria é realizada em alusão do Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março, iniciando nesta quinta, com o seminário Debates sobre Violência Contra a Mulher, na sede da DPE-AM, na avenida Maceió, 305, bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro-sul, das 8h30, às 17h30.

A defensora pública Pollyana Vieira, coordenadora do Naem, alerta que houve uma explosão de violência contra a mulher entre 2017 e 2018, verificada a partir de dados nacionais obtidos com o canal de denúncias Ligue 180, hoje sob a coordenação do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. A média mensal de agressões subiu 24%. Em 2018, 7.634 mulheres foram agredidas todos os meses, contra 6.139 em 2017. “Infelizmente, esse assunto ainda necessita de muita atenção”, afirma.

O seminário Debates sobre Violência Contra a Mulher será realizado no auditório da sede da DPE-AM, com palestras que abordarão temas como a rede de proteção à mulher e aspectos multidisciplinares no enfrentamento à violência contra a mulher, entre outros. O evento é destinado às defensoras, delegadas que atuam no combate à violência doméstica, servidores da DPE e servidores da Secretaria de Políticas para as Mulheres.

Na sexta-feira (22/2), a DPE-AM também será sede da reunião da Comissão de Proteção da Mulher do Conselho Nacional de Defensores Públicos Gerais (Condege). O encontro entre representantes de todo o país tratará de questões como as consequências da flexibilização na posse de arma de fogo para a violência doméstica e familiar, a legitimidade da legislação do Sistema Único de Saúde (SUS) que limita a idade da mulher ao número de filhos e filhas e autorização do cônjuge para realização de laqueadura, além da efetividade da Lei Maria da Penha nos processos criminais. A defensora Pollyana Vieira é membro da comissão representando a Defensoria do Amazonas.

Mês da Mulher – No dia 08 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, o Naem vai realizar o carnaval das Mulheres, das 8h às 14h, no próprio núcleo, localizado na rua Presidente Kennedy, nº 399, Colônia Oliveira Machado, zona sul. Durante o evento, as assistidas pelo núcleo poderão participar de oficinas, em atividades educativas com nutrição, com palestras, receberão lanche e terão um momento de integração e descontração. “É uma forma de reunir as mulheres para comemorar a data”, afirmou a defensora Pollyana Vieira.

Ainda durante o Carnaval das Mulheres, será lançado o Projeto Maria Bonita, em parceria com o Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher (Cream), que prevê a realização de reuniões quinzenais com vários módulos, para um grupo de acompanhamento e de acolhimento dessas mulheres. Cada módulo será de um mês, com temas como saúde, nutrição e educação em direitos, entre outros. “Elas poderão trocar experiências, se sentir acolhidas e ainda aprender coisas novas”, explica a defensora.

Nos dias 12 e 13 de março, a Defensoria realizará uma ação itinerante especial em alusão ao Mês da Mulher, em parceria com Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e Delegacia da Mulher. O atendimento será aberto a todas as mulheres, incluindo vítimas de violência doméstica.

A ação itinerante ocorrerá no dia 12 no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, na avenida Constantino Nery, 5001, Flores, zona centro-oeste de Manaus, e no dia 13 na Delegacia da Mulher do Parque Dez, que fica na rua Recife, próximo à bola do Conjunto Eldorado, das 8h às 14h.

“A importância dessa itinerante é o atendimento jurídico a essas mulheres. Na aérea de família, por exemplo, elas deverão levar os documentos pertinentes a ação, como: identidade, certidão de nascimento ou de casamento, se tiver, mas o diferencial é que será levada uma equipe do Naem, para onde serão encaminhados os casos de violência doméstica. O atendimento será aberto a todas as mulheres, mas haverá esse grupo específico para atender as mulheres vítimas de violência”, explica a defensora Pollyana.

No dia 17, também em parceria com a Sejusc, será realizada uma outra ação itinerante, nos mesmos nos mesmos moldes. O local ainda será definido.

A programação do Mês da Mulher será encerrada no dia 29 de março, com uma aula especial para os residentes em Direito da Defensoria, no auditório da sede da DPE-AM, ministrada pela defensora Pollyana. O tema da aula será violência doméstica e familiar contra a mulher.

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/

Deputados apresentam três Projetos de Lei e 28 requerimentos

0

A Ordem do Dia da Sessão Plenária, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), realizada na manhã desta quarta-feira (20), apresentou para apreciação nas Comissões da Casa três projetos de lei e vinte e oito requerimentos de autoria dos deputados. Os projetos de lei em número de três foram apresentados pelos deputados João Luiz (PRP), Therezinha Ruiz (PSDB) e Dra. Mayara (PP).

A deputada Therezinha Ruiz destacou o projeto de lei apresentado por ela que dispõe sobre a Semana do Empreendedorismo ao Cooperativismo nas Escolas da Rede Pública do Estado. “Esse projeto nada mais é do que um incentivo aos alunos para que eles conheçam os mecanismos de como poder trabalhar, através do empreendedorismo. Tem como prioridade incentivar os alunos a, eles mesmos, buscar novas alternativas de trabalho e em ter seu próprio negócio”.

Para a deputada é importante que essa proposta faça parte da grade curricular dos alunos, principalmente, no Ensino Médio, quando ele já está se formando e procurando fazer uma Faculdade, para que ele possa empreender com novos projetos, atitudes e conhecimentos do mercado de trabalho.

Requerimentos

Na apresentação de requerimentos à Mesa Diretora o número apresentado totalizou 28 requerimentos recebidos para apreciação nas Comissões da Casa, desses os deputados Cabo Maciel (PR) e Wilker Barreto (PHS) apresentaram nove cada e Josué Neto (PSD) apresentou dois. Na sequência com um requerimento, aparecem os deputados Alessandra Campelo (MDB), Joana Darc (PR), Therezinha Ruiz, Fausto Jr. (PV), Delegado Péricles (PSL), Carlinho Bessa (PV), Dra. Mayara e Belarmino Lins (PP).

Cabo Maciel assinalou que apresentou requerimentos de indicativos ao governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), para as aquisições de Ambulâncias e Unidades de Terapia Intensivas (UTI) para atuarem nos municípios polos, como Manacapuru e Itacoatiara, nos quais são necessárias as remoções de pacientes para os prontos socorros da capital.

Além disso, Maciel solicitou a aquisição de tomógrafos e máquinas de procedimento de hemodiálise, acompanhado de um nefrologista (especialista em doenças dos rins), também para os municípios pólos, pois, como afirmou “É muito difícil a pessoa se deslocar de uma região distante para realizar exames de tomografia na capital. Por isso a necessidade que haja a máquina e o nefrologista nas cidades pólos para que seja evitado esse deslocamento para a capital, o que facilitaria a vida desses pacientes”, explicou.

Deputados debatem crise na saúde que deixa 600 mil pessoas sem assistência

0

A presença do secretário municipal de Saúde do município de Tapauá (distante 447 km em linha reta de Manaus), Januário Neto, mobilizou a maioria dos deputados na discussão em torno de problemas como a mudança no Programa Mais Médicos e da liberação de recursos do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI) para socorrer a saúde.

Januário Neto, que também é presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems-AM), foi convidado pela vice-presidente deputada Alessandra Campêlo (MDB) para expor no Plenário a situação de crise na saúde pública nos municípios do interior. O secretário defendeu a necessidade de se ter uma política de contratação de médicos para o interior, assim como de melhorar a estrutura do serviço aeromédico para atender a todos os municípios.

Segundo ele, o governo federal só vai começar a contratar novos médicos a partir de abril e até lá o interior vai continuar sem médicos, com pelo menos 600 mil pessoas sem direito a assistência. Para a deputada Mayara Pinheiro (PP), o Estado precisa cuidar da saúde com qualidade, criar um programa e se comprometer com a sociedade. O deputado Wilker Barreto (PHS) disse que a profissão de médico deve ser tratada como uma política de Estado e fez referência a uma lei aprovada na Aleam em 2013, ainda não regulamentada, que prevê a contrapartida dos formandos da UEA oriundos do interior para fazer estágio nos municípios de origem.

A deputada Alessandra Campêlo disse que a crise na saúde “é algo que a gente precisa enfrentar e precisa decidir”. A vice-presidente da Aleam propôs ainda que a Casa redija um documento para ser subscrito por todos os deputados, para ser encaminhado à bancada federal, que representa todo o povo do Amazonas, cobrando um posicionamento mais efetivo. “O que não pode é a gente ficar sem médico por causa de uma questão política entre Brasil e Cuba”, disse. Também participaram da discussão os deputados Serafim Corrêa (PSB), Delegado Péricles (PSL) e Dr. Gomes (PSD).

 

Polícia Civil recupera televisão e notebook furtados no bairro Gilberto Mestrinho e prende rapaz pela autoria dos crimes

0

O delegado Adriano Felix, titular do 4º Distrito Integrado de Polícia (DIP), falou na tarde desta terça-feira (19/2), durante coletiva de imprensa, sobre o cumprimento de mandado de prisão preventiva por furto qualificado em nome de Jonathas Batista Araújo, 26, investigado por invadir, no dia 15 de dezembro de 2018, uma creche da rede municipal de ensino situada no bairro Gilberto Mestrinho, zona leste da cidade, e subtrair do local um notebook, um projetor de imagens e um computador.

De acordo com a autoridade policial, o infrator foi preso pela equipe do 4º DIP na última quinta-feira (14/2), após receber alta médica do Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Enfermeira Eliameme Rodrigues Mady, no bairro Monte das Oliveiras, zona norte, onde estava internado após ser atingido por golpes de faca, desferidos por uma pessoa desconhecida.

“Após o furto na creche, solicitamos as filmagens do local e visualizamos o indivíduo. Iniciamos as investigações e conseguimos identificar Jonathas como o autor do delito. Durante as diligências, recebemos informações de que infrator teria sido agredido com golpes de faca e, em razão disso, ficamos monitorando Jonathas até ele receber alta médica para cumprirmos o mandado de prisão em nome dele”, explicou Felix.

Reincidente – O titular do 4º DIP destacou que o infrator é autor de outros nove furtos e investigado pela autoria de, pelo menos, outros 30 furtos a casas ou estabelecimentos comerciais situadas naquela área da cidade. Em depoimento na unidade policial, Jonathas confessou a autoria do furto à creche e de outros nove a residências.

“No dia 15 de dezembro de 2018 o infrator chegou até a creche, situada na rua Carapanaúbas, e invadiu o local danificando a porta de uma das salas de aula. Do local ele subtraiu um notebook, um projetor de imagens e um computador. Conseguimos recuperar com ele o notebook, que será devolvido ao gestor do estabelecimento educativo. Também achamos com Jonathas um televisor LCD 32 polegadas, furtado de uma residência naquela mesma região da cidade, onde ele costumava agir”, disse Felix.

Durante a coletiva, o delegado exemplificou o modo de operação do elemento. “Jonathas trabalhava catando latas e utilizava um carrinho para o transporte do material. Ele chegava em frente aos locais que pretendia furtar e batia palmas para verificar se tinha alguém. Ele priorizava residências onde os moradores saíam cedo para trabalhar e só retornavam no fim do dia. Então ele entrava e subtraía objetos. Esses produtos eram trocados por drogas”, relatou a autoridade policial.

A ordem judicial em nome de Jonathas foi expedida no dia 16 de janeiro deste ano, pela juíza Margareth Rose Cruz Hoagen. Adriano Felix pede às pessoas que reconheçam Jonathas como autor de outros furtos para procurarem os policiais civis do 4º DIP, no prédio da unidade policial,  localizado na avenida Perimetral, Comunidade Grande Vitória, bairro Gilberto Mestrinho. A autoridade policial ressaltou que delações também podem ser feitas ao número: (92) 99118-9766, o disque-denúncia do 4º DIP. Felix assegurou o sigilo da identidade dos informantes.

Indiciamento – Jonathas foi indiciado por furto qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis na delegacia, ele foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça.

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/