Site Página 4

Polícia Civil prende dupla que cometeu em três meses cerca de 17 roubos em ônibus que trafegavam pela zona sul da cidade

0

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelos delegados Divanilson Cavalcanti e Kelene Passos, titulares, respectivamente, da 1ª Seccional Sul e 3° Distrito Integrado de Polícia (DIP), falou na manhã desta quarta-feira (20/02), durante coletiva de imprensa realizada às 9h30, no prédio do 3° DIP, sobre o cumprimento de mandados de prisão preventiva por roubo majorado em nome de Cassiano Pinheiro da Silva, 30, e Keysson Henrique Ferreira da Cruz, 29.

De acordo com Divanilson Cavalcanti, a dupla estava sendo investigada por cerca de 17 roubos ocorridos nos últimos três meses em transportes coletivos urbanos no momento em que trafegavam pelos bairros Japiim e Petrópolis, ambos na zona sul de Manaus. O delegado enfatizou que as prisões de Cassiano e Keysson foram efetuadas em atendimento à determinação da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), que intensificou o combate a roubos em ônibus na capital.

No momento da coletiva de imprensa, Cavalcanti parabenizou o trabalho desempenhado pela equipe do 3° DIP em retirar os infratores de circulação. O titular da 1ª Seccional Sul disse, ainda, que até o momento a dupla foi reconhecida por oito vítimas. O delegado assegurou que as ações policiais irão prosseguir com o intuito de identificar os infratores que cometem delitos dessa natureza.

Prisões – Kelene Passos informou que Cassiano e Keysson foram presos pela equipe do 3° DIP na manhã de terça-feira (19/02), por volta das 10h30, na casa onde Cassiano estava morando, situada na avenida Jorge Bivaqua, no bairro Japiim. Segundo a delegada, desde o mês de dezembro de 2018, os policiais civis identificaram cerca de 17 roubos a ônibus nos bairros Japiim e Petrópolis. Todos com o mesmo modo de operação e sempre praticados por uma dupla, portando arma branca.

“A dupla entrava nos veículos em um ponto de ônibus situado próximo a uma universidade na avenida General Rodrigo Octávio, bairro Japiim, e, logo em seguida, anunciava o roubo. Um rendia o motorista, enquanto o outro recolhia os pertences dos passageiros. Em seguida, eles empreendiam fuga ainda naquela mesma via, nas proximidades de uma unidade de uma rede atacadista. Devido à constante prática dos delitos, os motoristas que trabalhavam na área passaram a reconhecer Cassiano e Keysson”, argumentou a delegada.

Conforme a titular do 3º DIP, alguns ônibus que Cassiano e Keysson roubaram tinham câmeras de segurança que registraram toda a ação da dupla. Diante dos fatos, a delegada representou à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome dos infratores. As ordens judiciais foram expedidas no dia 12 de fevereiro deste ano, pela juíza Bárbara de Araújo Folhadela, no Plantão Criminal.

Indiciamento – Cassiano e Keysson foram indiciados por roubo majorado. Ao término dos procedimentos cabíveis no 3° DIP, a dupla será conduzida ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde irá ficar à disposição da Justiça.

Orientação – O titular da 1ª Seccional Sul enfatizou a importância das pessoas que forem vítimas de roubos a ônibus coletivos formalizarem o BO em uma das unidades policiais da capital. Divanilson Cavalcanti orientou a população para que tenha sempre em mãos, no momento do registro da ocorrência, o número de Identificação Internacional de Equipamento Móvel (Imei) do aparelho celular roubado, que pode ser encontrado na nota fiscal e caixa do objeto. 

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/

CDC combate cobrança abusiva de R$ 50 mil em fatura de energia de aposentada

0

A Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (CDC/Aleam) tem mostrado eficiência na resolução de problemas de cobrança abusiva por parte de empresas fornecedoras de produtos ou serviços. Durante Audiência de Conciliação, a comissão conseguiu cancelar a cobrança indevida de uma fatura de mais de R$ 50 mil, emitida pela empresa Eletrobras Amazonas Energia a uma aposentada de 85 anos.

Além de ter a cobrança da sua fatura mensal contestada, as demais foram ajustadas de acordo com seu consumo real, a consumidora terá o seu direito de devolução garantido num total R$ 2.115,09, da Amazonas Energia, em razão de serviços executados fora do prazo, referentes ao meses de julho, setembro, outubro e novembro de 2018 e também a substituição do medidor, que estava com defeito, e que gerou todos esses transtornos à cliente e a má prestação de serviços.

A filha da aposentada informou que por conta da cobrança a idosa teve seu quadro de saúde agravado. “Minha mãe adoeceu quando soube que tinha de pagar a quantia de R$ 50 mil todos os meses, somente com a conta de energia. Graças ao empenho da comissão conseguimos resolver este problema e acalmar minha mãe”, afirmou a filha da aposentada.

O presidente da CDC/Aleam, João Luiz (PRB), afirmou que a comissão tem realizado um excelente trabalho em defesa das pessoas, como foi o caso, da aposentada, que estava recebendo cobranças indevidas de mais de R$ 50 mil nas faturas mensais relativas ao fornecimento de energia a sua residência. “O valor da cobrança emitida pela empresa para a consumidora era superior aos casos julgados pela Justiça de pequenas causas. Um caso como este, se fosse para a Justiça comum duraria mais de um ano para ter marcada a primeira audiência de conciliação, no entanto, por meio de uma audiência conciliatória realizada pela comissão, conseguimos resolver este problema em apenas três meses. Isso mostra a funcionalidade da Comissão de Defesa do Consumidor da Aleam”, ressaltou João Luiz.

A Audiência de Conciliação aconteceu na terça-feira (19), entre a representante da empresa Amazonas Energia e a cliente, que foi representada por sua filha, na sede da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, localizada na avenida Mário Ypiranga Monteiro, bairro Parque Dez, Zona Centro-Sul de Manaus.

Audiência Pública

A Comissão de Defesa do Consumidor, da Aleam, vai realizar no próximo dia 25 deste mês, uma Audiência Pública para discutir soluções para os problemas causados pelo fornecimento e cobrança abusiva de energia elétrica, por parte da empresa Amazonas Energia.

A iniciativa da audiência partiu por conta de várias denúncias de consumidores que se sentiram lesados pela Amazonas Energia. Somente em 2018, o Programa de Proteção e Orientação do Consumidor (Procon-AM) registrou 2.433 denúncias de práticas abusivas no faturamento de energia elétrica.

 

Texto: Assessoria da Deputada

Gabinete do Deputado João Luiz (PRP)

André Moreira (92) 99141-0737

Foto e filmagem: Mauro Smith e Nayanne Silva

PM prende oito pessoas e apreende dois adolescentes entre a noite de terça e madrugada desta quarta

0

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) prendeu oito pessoas e apreendeu dois adolescentes entre a noite desta terça-feira (19/02) e a madrugada desta quarta (20/02) na capital amazonense. Entre as ocorrências há crimes de violência doméstica e embriaguez ao volante.

Após denúncia de roubo, três homens com idades entre 19 e 31 anos foram presos e um adolescente, de 14 anos, foi apreendido com uma arma caseira e uma munição calibre 38. Segundo a denúncia, quatro indivíduos em um Pálio vermelho haviam roubado pertences de uma jovem, de 20 anos, na rua 3 do bairro São José 2.

Após buscas na área, militares da 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) localizaram o veículo na avenida Nathan Xavier, no bairro Novo Aleixo, zona norte. A abordagem ocorreu na rua Itaqueraima, também no Novo Aleixo, onde o grupo foi detido e de lá conduzido ao 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP). O menor foi apresentado na Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

No bairro Nova Cidade, zona norte, dois homens de 20 anos foram detidos por roubo a transeunte. Com os suspeitos, foi apreendido um simulacro de arma de fogo e uma motocicleta com restrição de roubo. O flagrante ocorreu no 6º DIP.

Outra dupla foi presa e um menor apreendido pela equipe da Força Tática na rua Cristais Paulista, bairro Tancredo Neves, após efetuarem roubo com uso de um simulacro de arma de fogo. O flagrante foi registrado no 14º DIP.

Veículos localizados – No bairro Colônia Terra Nova, uma motocicleta Honda NXR 150 Bros, laranja, foi localizada na rua Raizeiro. O veículo com restrição de roubo estava abandonado e foi levado para a Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv).

Um homem teve a motocicleta recuperada depois de haver sido roubada avenida Dona Otília, bairro Tarumã. O veículo conta com um rastreador e foi localizado na avenida Constantino Nery. Durante a abordagem, o suspeito de roubo, um homem de 35 anos, trocou tiros com os policiais e foi ferido. Com ele, os militares encontraram uma arma de fogo calibre 38, com três munições intactas e três deflagradas. O flagrante foi registrado no 19º DIP.

Roubo a ônibus – Um adolescente de 17 anos foi apreendido na avenida Camapuã, zona norte, por roubo a ônibus, e encaminhado para a Deaai.

Violência doméstica – Na noite de terça-feira, um homem de 47 anos foi preso após ser denunciado por agressão à esposa. Ao constatar o fato, a equipe policial deu voz de prisão e encaminhou a vítima e o agressor à Delegacia Especializada Em Crimes Contra a Mulher (DECCM).

Em patrulhamento na avenida Autaz Mirim, militares da 30ª Cicom avistaram um acidente de trânsito envolvendo dois veículos. No local, um motorista de 42 anos apresentava sinais de embriaguez. O condutor do carro foi apresentado no 14º DIP para o flagrante.

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/

Ações da PM no interior resultam em apreensões de entorpecentes e armas de fogo

0

A Polícia Militar do Amazonas apreendeu entorpecentes e armamentos durante ações realizadas entre a noite de terça-feira (19/02) e a madrugada desta quarta (20/02) em municípios do interior do estado. Três homens foram presos.

No município de Tonantins, policiais encontraram dez tabletes de maconha do tipo skunk, dentro de uma mala abandonada em uma lancha.

Em Lábrea, militares do Comando de Operações Especiais (COE) e das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) foram informados sobre um trio que estaria efetuando disparos de arma de fogo. Após abordagem, dois suspeitos ainda conseguiram fugir e um deles foi preso com um revolver e munições deflagradas.

O homem apontou a localização de um imóvel onde foram encontradas drogas e armas. A polícia aprendeu um revólver calibre 38, uma espingarda calibre 32, uma espingarda calibre 20, um rifle calibre 22 e munições. Além do armamento, foram encontradas 26 trouxinhas de maconha, duas porções pequenas de maconha e 49 trouxinhas de cocaína.

No município de Uarini, um homem de 34 anos foi detido durante patrulhamento realizado pelo 2° Grupamento da Polícia Militar (GPM). Após abordagem, o suspeito ainda tentou fugir, mas foi detido com 43 trouxinhas de pasta base, um celular e R$ 195 em espécie. Ele já possui passagem pela polícia por tráfico de drogas e roubo.

Em Tefé, policiais do 3º Batalhão da Polícia Militar (BPM) prenderam um homem suspeito de corrupção de menores após uma adolescente, de 16 anos, informar que estava presa na casa de um narcotraficante da região. No local indicado, os militares encontraram o irmão do suspeito do traficante, um homem de 30 anos, duas porções de skunk e roupas da menor.

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/

Alessandra Campêlo cobra atendimento médico para 600 mil pessoas no Amazonas

0

O retorno imediato do atendimento médico para 600 mil pessoas no Estado foi o principal tema das discussões na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), nesta quarta-feira (20). O assunto foi trazido ao plenário Ruy Araújo pela vice-presidente da Casa, deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB), que com a anuência dos demais parlamentares presentes fez uma Cessão de Ttempo para o secretário municipal de Saúde de Tapauá e presidente do Conselho de Secretários de Saúde do Amazonas, Januário Neto.

Autora da propositura, a deputada colaborou com o debate que envolveu outros quatro deputados durante a cessão – Mayara Pinheiro (PP), Wilker Barreto (PHS), Delegado Péricles (PSL) e Serafim Corrêa (PSB). Ela argumentou que a União deve arcar com custos adicionais de deslocamento de médicos que alegam as grandes distâncias para trabalhar na região.

“Se tiver que fazer algum tipo de contratação especial para a Região Amazônica, tem que ser feita. O que não pode é, por causa de uma questão política entre o governo do Brasil e o governo de Cuba, a gente simplesmente ficar sem médico. Isso é inaceitável e aqui o que a gente não tem que achar culpado, se foi A ou se foi B, o que a gente tem que fazer aqui é resolver o problema, porque a nossa população está sem médico”, afirmou Alessandra.

A deputada propôs a criação de um grupo de trabalho envolvendo a Assembleia Legislativa, deputados federais e senadores para acompanhar de perto a situação e agendar uma reunião no Ministério da Saúde. O objetivo é dar celeridade ao processo de contratação de médicos para o Amazonas, que é um dos estados mais prejudicados com a falta desses profissionais. “A questão é que nós precisamos do médico lá no interior, seja ele cubano, nigeriano, americano, amazonense, paulista, enfim, a gente precisa de um médico formado, capacitado, atendendo no interior do Estado. E o custo amazônico, se for o caso, vai ter que ser inserido nessa contratação”, disse a parlamentar.

Quadro preocupante

Em sua explanação na tribuna, Januário Neto apresentou um quadro bastante preocupante do programa Mais Médicos, do Governo Federal, no interior do Amazonas. Segundo ele, a estimativa é que mais de 600 mil pessoas estejam sem atendimento, especialmente na atenção básica de saúde.

De acordo com o presidente do Conselho de Secretários de Saúde, 58 dos 62 municípios do Estado foram afetados diretamente pela perda, no mês de novembro do ano passado, dos médicos cubanos que atuavam no interior. “Nós já estamos há três meses sem a reposição completa dos médicos. Se apresentaram no primeiro edital apenas 30% dos profissionais e existem hoje ainda em aberto 216 vagas, sendo 212 de profissionais que não se apresentaram e quatro vagas de médicos que desistiram formalmente do programa”, explicou Januário.

O problema é que, segundo Januário, a chegada dos novos médicos ao interior ainda não existe do ponto de vista prático. “Nesse edital foram contempladas apenas 211 vagas, que serão repostas. Então houve a adesão de 220 médicos, ainda não houve a reposição. A reposição formal será em meados do mês de abril após o acolhimento deles feito em Brasília”, disse Januário.

Para ele, é necessária uma ação política urgente para preenchimento das vagas no programa. Nesse sentido, o apoio da Assembleia Legislativa, via mandato da deputada Alessandra e outros parlamentares, é fundamental.  “Nesse primeiro momento a gente precisa garantir a reposição dos profissionais, ou seja, precisa de uma política urgente para provimento desses profissionais uma vez que existia um programa federal que contemplava toda essas vagas. E que a gente volta a tratar realmente dos três pilares do programa que foram desvirtuados”, argumentou o secretário.

Na avaliação de Januário, o Mais Médicos precisa voltar às suas origens, que é base em três pilares: a alocação de profissionais para áreas inóspitas com dificuldade para contratação de médicos; a criação do maior número de vagas possíveis do curso de Medicina em universidades públicas; e a melhoria da estrutura física das unidades básicas de saúde e a melhoria na malha de apoio ao diagnóstico – exames laboratoriais e de imagem

 

Texto: Assessoria da Deputada

Gabinete da Deputada Alessandra Campêlo (MDB)

Emanuel Mendes Siqueira (92) 99122-3785

Henderson Martins (92) 99350-4742

Sala da Comunicação (92) 3183-4589

Foto: Jimmy Christian

Comissão de Obras terá cronograma para fiscalizar obras na capital e no interior do Estado

0

Instalada ontem, a Comissão de Obras, Patrimônio e Serviços Públicos (COPSP), da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), segundo o deputado-presidente Belarmino Lins (PP), trabalhará com uma agenda intensa em 2019, inclusive acompanhando as obras realizadas pelo governo em Manaus e no interior. Ficou decidido que a COPSP se reunirá quinzenalmente ou uma vez por semana, de acordo com as demandas de matérias.

Durante a solenidade de instalação da comissão, ocorrida na sala Andirá, no subsolo da Assembleia do Amazonas, Belarmino confirmou o sorteio como o critério que determinará a escolha do deputado-relator para as matérias que tramitarem no âmbito da COPSP. A comissão, além de Belarmino, é composta também pelos deputados Álvaro Campelo (PP), vice-presidente, Augusto Ferraz (DEM), Joana Darc (PR) e Saullo Vianna (PPS), membros titulares. Os suplentes são: Sinésio Campos (PT), Serafim Corrêa (PSB) e Adjuto Afonso (PDT).

A nova metodologia sobre a escolha da relatoria foi elogiada por todos os parlamentares presentes ao evento. “Parabéns, deputado Belarmino, pelo exemplo de transparência, pelo espírito democrático entre todos nós”, disse Álvaro Campelo, seguido por Saullo Vianna.

Partiu de Álvaro a proposta para que a COPSP adote, neste ano de 2019, um cronograma de ações para fiscalizar as obras do Governo do Estado na capital e nos municípios do interior. Conforme Belarmino, “a proposta merece respeito, até porque faz parte das atribuições e competências da comissão, essa proposta será deliberada por todos os parlamentares-membros”.

Em função da proposta, a COPSP vai expedir convite aos secretários de Infraestrutura do Estado (Seinfra) e da Região Metropolitana de Manaus (RMM) para explicarem as providências do governo para a retomada de obras paralisadas no Estado, algumas delas completamente estagnadas há dois anos, tais como: a construção de núcleos administrativos da UEA (Universidade do Estado do Amazonas), a duplicação da Estrada AM-70 e a questão do Prosamim (Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus).

 

Texto: Assessoria do Deputado

Gabinete do Deputado Belarmino Lins (PP)

Juscelino Taketomi — (92) 99223-6343 / 98181-1554

‘Encontro com a Amazonas Band’ terá apresentação descontraída, com música e conversa com o público

0

O evento, com entrada gratuita, será neste domingo (23/2), no Teatro Amazonas

Neste domingo (23/2), às 11h, o Teatro Amazonas abre as portas para o “Encontro com a Amazonas Band”. A apresentação seguirá o formato de “Concertos para Juventude”, com uma apresentação mais descontraída e espaço para conversas com o público, sobre as obras apresentadas e sobre o trabalho dos músicos. O evento tem entrada gratuita.

O projeto “Concertos para Juventude” começou a ser executado pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC) no último domingo (17/02), com a apresentação da Amazonas Filarmônica. A proposta, de acordo com o secretário estadual de Cultura, Marcos Apolo Muniz, é aproximar o público dos eventos culturais promovidos pelo Governo do Estado e dos Corpos Artísticos da SEC, facilitando o acesso e permitindo que conheçam um pouco mais sobre como as produções são feitas e o trabalho incansável dos artistas.

No evento de domingo, a Amazonas Band irá dialogar com a plateia durante o intervalo das apresentações, para falar sobre música popular, jazz e os outros ritmos tocados pelo conjunto. O maestro titular do grupo, Rui Carvalho, ressalta que o concerto é para a toda a família.

“Queremos que o público realmente interaja conosco e, para isso, disponibilizaremos um microfone para que façam perguntas sobre o nosso trabalho. Na ocasião, explicarei sobre os diversos gêneros, estilos e ritmos e a diferença entre eles. Dentro disso, vamos abordar as músicas do jazz contemporâneo, jazz latino e clássicos do samba”, destaca o maestro.

O repertório irá contar com obras de Bob Mintzer, Luiz Bandeira, Tom Jobim e Vinicius de Moraes, Luiz Bandeira, Daniel Barry, Niltinho e Haroldo Lobo. O concerto também marca a abertura da temporada 2019 para a Amazonas Band.

“É sempre uma honra receber o público manauara e estamos muito felizes de poder conversar e fazer com que mais pessoas conheçam o nosso trabalho e as obras que estudamos. Esperamos todos no Teatro Amazonas”, diz Rui Carvalho.

Confira o programa do concerto:

In the 80’s
Bob Mintzer

Chega de saudade 
Tom Jobim/Vinicius de Moraes
Arranjo: Rui Carvalho

Que bonito é 
Luiz Bandeira
Arranjo: maestro Branco

The Mighty Urubamba 
Daniel Barry

Tristeza 
Haroldo Lobo/ Niltinho
Arranjo: Rui Carvalho

Serviço: “Encontro com a Amazonas Band”, no Teatro Amazonas
Data/Hora: 23 de fevereiro, domingo, às 11h
Local: Teatro Amazonas – Av. Eduardo Ribeiro, Centro
Entrada: Gratuita
Classificação: Livre

 

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/

Governo do Amazonas faz aquisição de alimentos da agricultura familiar indígena para compor merenda escolar

0

Seduc-AM abriu edital exclusivo para agricultores indígenas de 9 municípios

O Governo do Amazonas vai investir R$ 500 mil na aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar indígena para compor a merenda escolar. A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM) publicou nesta terça-feira (19/02) a chamada pública exclusiva para os povos indígenas de nove municípios do interior. É a primeira vez que um edital é aberto, na pasta, com esse direcionamento.

O edital é um projeto piloto, denominado ‘Catrapoa’, fruto de uma parceria com o Ministério Público Federal (MPF), Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam), Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Fundação Estadual do Índio (FEI).

Para publicar o edital, a Seduc-AM levou em consideração a Nota Técnica nº 01/2017/ADAF/SFA-AM/MPF-AM. Produtores rurais indígenas de nove municípios poderão participar. São eles: Amaturá, Benjamin Constant, Borba, Jutaí, Nhamundá, Santo Antônio do Içá, São Gabriel da Cachoeira, Tabatinga e Tefé. Serão contempladas 26 escolas.

Valorização – Para o secretário de Estado de Educação, Luiz Castro, esse é o primeiro passo para o respeito à cultura alimentar dos povos indígenas da nossa região e uma forma de valorizar a mão de obra dos agricultores índios. “Faz muita diferença a vida de uma criança quando ela chega à escola e o alimento é aquilo que está acostumada, reconhece e gosta. Sem dúvida, influencia no aprendizado”.

Além da valorização e respeito à cultura, a determinação ajuda na geração de emprego e renda, assim como diminui custos para a Seduc-AM com logística, segundo o presidente da Comissão de Chamada Pública  da secretaria, Marenildo Colares. “Vamos deixar de gastar um dinheiro para chegar na comunidade mais distante de São Gabriel, por exemplo, por conta de uma escola. Vamos comprar os alimentos de um produtor local, que atenda e forneça aquilo que for solicitado”.

Edital – O edital para participar da chamada pública pode ser consultado no site da Seduc-AM,www.educacao.am.gov.br.  A chamada pública atende Lei Federal nº 11.947/2009 e resoluções do FNDE nº 26, de 17 de junho de 2013, em seu art. 20, §§1°e 2°e nº 4, de 2 de abril de 2015 e tem como base a Nota Técnica nº 01/2017/ADAF/SFA-AM/MPF-AM.

Serão adquiridos itens como farinha amarela, farinha de tapioca, goma de tapioca, banana, mamão, limão, macaxeira, jerimum, pescado regional, batata doce, galinha caipira, entre outros.

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/

Seped busca em Brasília assegurar e ampliar benefícios para PCDs

0

Secretária Viviane Lima está, desde ontem (19), na capital federal em busca de parcerias para projetos da secretaria

 

A secretária Viviane Lago Lima, da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped), levou ao presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM), as reivindicações do segmento em relação ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) e a desvinculação do provento do Cadastro Único. A reunião aconteceu na noite desta terça-feira (19/2), na presidência da Câmara, em Brasília.

Dentre os itens do pleito da Seped ao parlamentar, estava a minuta preparada pela assessoria jurídica da secretaria. O documento pede que o § 3° do art. 20 da Lei n° 8.742, de 7 de dezembro de 1993, passe a vigorar com a seguinte redação: ”Considera-se incapaz de prover a manutenção da pessoa com deficiência ou idosa a família cuja renda mensal per capita seja inferior a 1/2 (um meio) do salário mínimo”, diz o documento. Essa mudança resultaria na ampliação do número de beneficiados.

Para justificar a possível nova redação do parágrafo, o jurídico defende a ideia de que os gastos para a manutenção das pessoas com deficiência são maiores do que os de uma pessoa sem deficiência e que, assim, precisam de mais recurso para viver dignamente. “E viver com dignidade é previsto pela Constituição Federal”, assente o jurídico, que também justificou a alteração alegando que o atual critério de renda para fins de concessão do BPC vulnera o mínimo existencial.

“O presidente Rodrigo Maia recebeu nossa minuta e decidiu ampliar e alinhar direto no texto da Reforma [da Previdência]. Ele também concordou comigo que o BPC precisa se desvincular do Cadastro Único e que precisamos lutar para que seja um benefício adquirido da PCD até uma determinada idade, para uma nova reavaliação”, comemorou Viviane.

Seped Abraça – O deputado federal, capitão Alberto Neto (PSL), também recebeu a titular da Seped. Na ocasião, Viviane apresentou o projeto “Seped Abraça” ao parlamentar, explicando de que forma as ações vão atingir e impactar o segmento da pessoa com deficiência no estado.

Agenda – Nesta quarta-feira (20/2), a titular da Seped se reúne com a secretária nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Priscilla Gaspar. Os deputados do Amazonas Sidney Oliveira (PSD) e Delegado Pablo (PSL) também recebem Viviane Lago Lima em seus respectivos gabinetes.

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/

CPA Leste dá início a projetos de escotismo, palestras e artes marciais para aproximar comunidade

0

Escotismo, palestras e artes marciais estão entre os projetos já em andamento ou prontos para serem iniciados pelo Comando de Policiamento de Área Leste (CPA Leste), da Polícia Militar do Amazonas (PM). Responsável pelo policiamento na área de maior abrangência da capital amazonense, o Comando tem aliado essas atividades com o reforço nas estratégias e policiamento, além das visitas comunitárias para ajudar na prevenção à criminalidade.

“Nosso alvo são as escolas mais problemáticas, onde a evasão escolar é grande e há uma incidência criminal”, explicou o comandante do CPA Leste, tenente-coronel Cledemir Silva. Dois projetos, o do escotismo e o das palestras, estão aguardando apenas a confirmação dos gestores das escolas.

De acordo com o oficial da PM, na área de abrangência do CPA Leste há um aliciamento forte por parte dos criminosos junto aos estudantes da rede pública de ensino. “Diante desta realidade, os gestores têm nos pedido que entremos com ações sociais”, disse Cledemir Silva. No caso das palestras, serão abordados temas como bullying, violência nas escolas, violência doméstica, tráfico de entorpecentes e outros temas ligados à Segurança Pública.

Artes marciais – Um dos projetos em andamento na área do CPA Leste é o de Jiu-Jítsu, desenvolvido pelos policiais da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). Além dos treinos que atendem crianças e adolescentes dos bairros Jorge Teixeira e João Paulo, os policiais se dedicam a ministrar palestras sobre prevenção das drogas, o respeito aos pais, frequência e dedicação na escola.

“Nesse projeto, temos menores que estavam abandonados pela família, outros que eram delinquentes e agora estão envolvidos com o projeto. Nós procuramos mostrar que há um futuro melhor e que o envolvimento com as drogas só vai levar a uma vida curta”, afirmou o comandante, destacando a participação de alguns jovens em competições, inclusive com a conquista de medalhas.

Aproximação da comunidade – Uma das estratégias do Comando é o policiamento comunitário. Nas visitas diárias às comunidades, os policiais divulgam os números de contato direto com as viaturas e as Cicoms como uma alternativa ao 190, da Polícia Militar, para diminuir o tempo de resposta às ocorrências.

O CPA Leste abrande as áreas atendidas pela 4ª, 9ª, 11ª, 14ª, 25ª, 28ª, 29ª e 30ª Cicom, atendendo a todos os bairros da zona leste da capital amazonense.

Linha direta das Cicoms do CPA Leste
4ª Cicom: 98842-1547
9ª Cicom: 98842-1892
11ª Cicom: 98842-1726
14ª Cicom: 98842-1719
25ª Cicom: 99278-8610
28ª Cicom: 98842-1460
29ª Cicom: 98842-1994
30ª Cicom: 98842-1716    

http://www.amazonas.am.gov.br/feed/