Polícia Civil cumpre mandado de prisão por roubo majorado no bairro Jorge Teixeira

67

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando do delegado Christiano Castilho, titular da unidade policial, cumpriu na manhã desta segunda-feira (12/03), por volta das 9h30, mandado de prisão preventiva por roubo majorado em nome de Carlos Poltergar Souza Reis, 19, conhecido como “Pol”.

De acordo com a autoridade policial, o jovem foi preso pela equipe do 14º DIP na casa onde morava, situada na rua L do bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital. O mandado de prisão em nome de Carlos foi expedido no dia 11 de março deste ano, pela juíza Mirza Telma de Oliveira Cunha, no Plantão Criminal.

“Carlos está envolvido no roubo de uma motocicleta, modelo Yamaha YBR 125, de cor preta e placa PHH–7287. O crime aconteceu na madrugada do dia 22 de fevereiro deste ano, na rua Marcassita, Conjunto Nova Floresta, bairro Jorge Teixeira. As investigações em torno do caso tiveram início após o dono do veículo, um homem de 35 anos, nos procurar e relatar que havia sido abordado por dois indivíduos, que estavam em posse de um terçado, cada um, e exigiram que ele entregasse a moto dele”, explicou Castilho.

PMs encontram motocicleta roubada – Conforme o delegado, no dia 5 de março deste ano, Carlos e um comparsa, identificado como Alexsandro Bandeira Moraes, 25, foram abordados por policiais militares da Força Tática em posse da motocicleta subtraída no último dia 22 de fevereiro. A dupla foi conduzida à delegacia, onde foram realizados os procedimentos cabíveis. Na ocasião, “Pol” acabou liberado.

“No dia em que a motocicleta roubada foi recuperada, Carlos estava na garupa do veículo. Ele e Alexsandro negaram envolvimento no roubo da moto. Alexsandro foi autuado em flagrante por receptação e Carlos foi liberado. Entretanto, posteriormente, a vítima reconheceu Carlos como sendo o autor do roubo. Diante dos fatos, representei à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome dele”, esclareceu Castilho.

Reincidente – A autoridade policial destacou, ainda, que Carlos já havia sido preso em janeiro deste ano. “Verificamos, durante consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), que ele já havia sido preso em flagrante no dia 7 de janeiro deste ano, por roubo majorado e associação criminosa, e liberado em Audiência de Custódia”, enfatizou o titular do 14º DIP.

Carlos foi indiciado por roubo majorado. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será levado ao Centro de Detenção Provisória Masculina (CDPM).

Retirado de

Powered by WPeMatico

Compartilhar