Pós-doutorado em sensoriamento remoto com Bolsa da FAPESP

57

Uma oportunidade de pós-doutorado está disponível para o projeto “Mapeamento da distribuição espacial das lagoas alcalinas do Pantanal Brasileiro por meio de sensoriamento óptico e interferométrico”, no Instituto de Energia e Ambiente da USP, desenvolvido no âmbito do Programa Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE) da FAPESP. O prazo de inscrição termina em 7 de novembro de 2017.

26614 Pós doutorado em sensoriamento remoto com Bolsa da FAPESP

Projeto no Instituto de Energia e Ambiente da USP fará mapeamento da distribuição espacial das lagoas alcalinas do Pantanal brasileiro. Inscrições até 17 de novembro (foto: CBERS-2 / Inpe)

O projeto propõe a utilização de imagens do sensoriamento remoto obtidas por sistemas de sensoriamento passivos (hiperespectral/multiespectral) e ativos (SAR) durante as estações seca e chuvosa na região da Nhecolândia (Pantanal).

Após a aquisição e pré-processamento dos dados, uma abordagem multissensorial será usada para diferenciar os tipos de lagoas, para modelar as temperaturas da superfície das lagoas e caracterizar as feições geomorfológicas das margens das lagoas de acordo com o nível de conectividade com o sistema da drenagem principal.

Como se trata de um projeto multidisciplinar, é desejável que o candidato possua: 1) experiência em sensoriamento remoto e GIS (Geographic Information Systems) aplicada aos temas “Ciências Naturais”, “Ecologia”, “Ciências do Solo e dos Recursos Naturais”; 2) habilidades para processar imagens digitais por sensores orbitais e gerar resultados relevantes para análises estatísticas relacionadas a modelos espaciais e temporais de assinaturas espectrais de alvos naturais; 3) experiência comprovada em trabalhar com sistemas de informação geográfica, tais como ArcGis, IDRISI, ENVI, QGIS, SAGA etc.

As inscrições devem ser enviadas ao professor coordenador do projeto, Adolpho José Melfi (ajmelfi@usp.br), anexando ao e-mail: carta de motivação, duas cartas de referência e curriculum vitae, contendo informações sobre a produção científica e que evidenciam as habilidades para conduzir o projeto.

Mais informações sobre a vaga estão disponíveis em www.fapesp.br/oportunidades/1781.

A oportunidade está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.174,80 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição-sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio-Instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão publicadas no site FAPESP-Oportunidades, em www.fapesp.br/oportunidades.

Fonte: FAPESP

MundoGEO

Compartilhar