Projeto “Trabalhando com as Artes Visuais” mobiliza alunos da Escola Estadual Sant’Ana

104

FOTOS: INDIRA QUEIROZ/SEDUC
FOTOS: INDIRA QUEIROZ/SEDUC

Por meio de recursos do Programa Ensino Médio Inovador (Proemi), a Escola Estadual Sant’Ana desenvolve projetos inovadores e que fazem a diferença na vida dos alunos utilizando as técnicas do grafite. Com a finalidade de chamar a atenção dos alunos para o aprendizado na escola e desenvolver suas habilidades, a escola criou o projeto “Produção e Fruição das Artes”, que foi colocado em prática no próprio ambiente escolar.

Na busca de desenvolver as habilidades dos alunos através da arte, a escola começou neste ano o projeto com um tema: “Trabalhando com as Artes Visuais”, coordenado pela professora de Língua Portuguesa e Artes, Irlene Pinheiro, com uma atividade diferenciada para os alunos.

“A escola não é só aquela que passa textos, exercícios, mas pode trazer um aprendizado maior. Eu trouxe os trabalhos de dança, música, teatro, artes visuais que tem a pintura, desenho, serigrafia, cerâmica e o grafite, que fez desenvolver as habilidades dos alunos”, disse Irlene, coordenadora do projeto.
A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) cuida da operacionalização e do monitoramento das ações pedagógicas nas escolas com os recursos do Governo Federal por meio do Programa Ensino Médio Inovador (Proemi), que tem objetivo de apoiar e fortalecer o desenvolvimento de propostas curriculares inovadoras nas escolas de Ensino Médio. Com esse recurso, a Escola Estadual Sant’Ana investiu em ações de projetos na educação da arte.

A iniciativa mudou a vida dos alunos do Ensino Médio, e 46 deles fazem parte do projeto de grafite. Para a aluna da 1ª série, Evelyn Cristina Santos de Souza, 16, em tudo há arte e isso chamou sua atenção. “Isso tem muita importância porque a arte está em qualquer meio, na escola, pode estar em qualquer canto, como a arte do grafite”, enfatiza Evelyn que antes do projeto estava desmotivada, com muitas faltas na escola.

Os alunos colocaram em prática a pintura do grafite no muro da escola, com textos sobre a educação, dança, arte e esporte. A professora Irlene Pinheiro e sua equipe têm expectativas positivas para o próximo ano. “O recurso trouxe benefício para escola e vamos trabalhar mais para destacar e mostrar que a escola Sant’Ana existe, com todos trabalhando em conjunto”, conclui Irlene.

FOTOS: INDIRA QUEIROZ/SEDUC

Retirado de

Powered by WPeMatico

Compartilhar