Sinésio Campos propõe Audiência sobre o fim das atividades da Unimed

36

 

Diante da ‘quebra’ da Unimed, determinada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que obrigou a operadora a encerrar suas atividades em definitivo, o deputado estadual Sinésio Campos (PT) solicitou à Mesa Diretora da Casa, nesta quinta-feira (28), a realização de uma Audiência Pública no dia 5 de julho para tratar sobre o tema com os dirigentes locais da empresa.

Em pronunciamento no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), Sinésio Campos disse que só a Assembleia Legislativa possui 233 clientes, sem contar os deputados, conforme levantamento da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Assale).

“Também sou cliente da Unimed e assim como os demais associados precisamos ter informações concretas de como vai ficar a partir de agora”, disse o deputado ressaltando a importância de convidar clientes da operadora para tirar dúvidas. “Se a gente atrasa o pagamento do plano, perde o atendimento; cada dia vinha sendo reduzido o atendimento”, completou.

No entendimento do deputado não basta botar nota no jornal que quebrou e ficar por isso. A Unimed tem que prestar esclarecimentos a esta Casa e dizer de forma cristalina para quem eles vão fazer os despejos. “Essas cooperativas recebem o aval do Estado, por isso precisam prestar contas”, frisou.

Retirado de www.ale.am.gov.br

Compartilhar