Susam assegura convênio de R$ 8,3 milhões para reforma e ampliação de hospital e maternidade em Manacapuru

61

Apresentação Projeto de Reforma do Hopsital de Manacapuru
Apresentação Projeto de Reforma do Hopsital de Manacapuru

O secretário de Estado de Saúde, Francisco Deodato, assegurou recursos para reforma e ampliação do Hospital Regional Lázaro Reis e Maternidade Cecília Cabral, em Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus). O projeto foi apresentado na última sexta-feira (23/02), pelo prefeito Beto D’Ângelo, na sede da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), em Manaus, ocasião em que foi acordado um convênio no valor de R$ 8,3 milhões, entre o Governo do Estado e o município, para a realização da obra.

 

O hospital e maternidade de Manacapuru, que funcionam num mesmo espaço, de forma improvisada, foram visitados pelo secretário Francisco Deodato ainda no primeiro mês da nova gestão. No local, o titular da Susam constatou as condições precárias de atendimento. O governador Amazonino Mendes determinou então que fossem realizados estudos para a reforma das duas unidades de saúde.

“Fomos na unidade e pedimos um projeto ao prefeito, que agora foi aprovado para execução”, disse.  As unidades possuem, juntas, 66 leitos. A gestão do Hospital Lázaro Reis é municipal, com apoio do Governo do Estado.

 

“Manacapuru é um município polo do sistema de saúde, então este hospital atende não só os 94 mil habitantes do município mas também moradores de Novo Airão, Iranduba, Manaquiri, Anori, Caapiranga, Anamã, Beruri e outras localidades no entorno. Por isso, decidimos fazer este investimento, que faz parte do pacote de reconstrução da saúde que estamos realizando tanto na capital quanto no interior do Amazonas”, declarou Deodato.

 

Com investimento de R$ 8,3 milhões, o projeto prevê a construção de uma área exclusiva para atendimentos de urgência e emergência, construção de um necrotério, além da conclusão e adequação do prédio da maternidade. Além disso, outras áreas da unidade de saúde devem passar por manutenção preventiva.

“Fizemos um pleito para reforma e ampliação do nosso hospital, e o secretário Deodato de pronto foi até Manacapuru, verificou as necessidades da nossa população, trouxe as demandas e apresentou ao governador Amazonino. Agora, consolidamos este projeto. Não é uma reforma simples. O prédio está em péssimas condições e estamos fazendo saúde com muita dificuldade. Quem ganha com isso é o povo manacapuruense e de todos aqueles municípios no entorno que também são atendidos em nosso hospital”, destacou o prefeito Beto D’Ângelo.

Pacote de investimentos no interior

O Hospital de Manacapuru está inserido no pacote de intervenções direcionado ao interior, anunciado pelo governador Amazonino Mendes no início deste mês, envolvendo recursos da ordem de R$ 125,5 milhões para a saúde. Além do hospital, o pacote inclui entrega de veículos e embarcações para o combate à malária; de ambulâncias para remoção de pacientes; repasses de recursos; e investimentos em obras.

Todos os servidores da saúde, da capital e do interior, também passaram a ser beneficiados com o pagamento de auxílio alimentação, conforme determinação do governador. Esta é a primeira vez que os servidores do interior recebem o auxílio, que já está disponível no contra-cheque deste mês.

O pacote de investimentos, segundo Amazonino Mendes, reforça o trabalho de reconstrução do sistema estadual de saúde que vem sendo conduzido pelo Governo do Amazonas, desde outubro do ano passado. Além da obra no hospital e maternidade de Manacapuru, o Governo do Estado liberou aproximadamente R$ 6,106 milhões para a conclusão de obras que estavam paradas no interior e que serão entregues ainda este semestre. São elas: Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itacoatiara, Hospital do Careiro Castanho e Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Distrito de Santo Antônio do Matupi, em Manicoré.

 

Também serão entregues 78 ambulâncias para remoção de pacientes no interior. As ambulâncias, em processo de compra, representam um investimento de R$ 13,6 milhões. São 55 ambulâncias de suporte básico e 23 de suporte avançado (UTI móvel). O município de Manacapuru deverá receber duas ambulâncias.

 

Este ano, os municípios do interior também irão receber aporte em torno de R$ 60 milhões, repassados do Fundo Estadual de Saúde para o Fundo Municipal. De outubro a dezembro, a atual gestão da Susam já disponibilizou R$ 20 milhões aos municípios, que estavam sem receber qualquer repasse do Estado para a saúde, alguns há mais de um ano. No total, são R$ 80 milhões em repasses para a saúde dos municípios do interior.

LEGENDA: Prefeito Beto D’ Ângelo apresenta o projeto de reforma e ampliação do Hospital de Manacapuru ao secretário Francisco Deodato

FOTO: Marina Souza/Susam

Retirado de

Powered by WPeMatico

Compartilhar