Unesp inaugura Instituto de Estudos Avançados do Mar

219
Unesp inaugura Instituto de Estudos Avançados do Mar

A Web Rádio Água e o Podcast Unesp – projeto desenvolvido pela Assessoria de Comunicação e Imprensa da Universidade Estadual Paulista (Unesp) – mantém uma parceria para intercâmbio de conteúdos. 

A Unesp de São Vicente (SP) inaugurou no dia 5 de julho o Instituto de Estudos Avançados do Mar (IEAMar). Desenvolvido para se tornar referência nacional e internacional em assuntos relacionados à exploração marinha, a preservação ambiental e o desenvolvimento de produtos e tecnologias para ajudar a sociedade, o centro de estudos agregará pesquisadores de diversas áreas e de todo território nacional. 

Com investimentos estimado em R$ 25 milhões, o IEAMar foi criado com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, além do investimento da própria Universidade para a concretização do projeto. O Instituto já conta com 117 especialistas da Unesp e pesquisadores externos, e desenvolve trabalhos de capacitação desde março do ano passado. 

Denis Abessa, especialista em poluição marinha e gerenciamento costeiro da Unesp em São Vicente e vice-coordenador do Instituto, apresenta a proposta do trabalho: 

“ O IEAMar foi pensado junto com o Ministério de Ciências, Tecnologia e Inovação para trazer para uma parte de equipamentos aqui no Litoral para dar suporte a pesquisas, principalmente na área de mar da Antártica que é o setor que financiou parte do Instituto junto com a Unesp. Inicialmente terá pesquisas na área da prospecção de minerais, inclusive de petróleo no litoral, que existe uma demanda e uma série de pesquisas até com o envolvimento de gente da Unesp e outras instituições. Há a parte de aquicultura e maricultura, que é um grande potencial que temos no litoral brasileiro. Há a parte de oceanografia, com entendimento de processos importantes que tem influência na zona costeira e e grandes processos que abarcam os oceanos como um todo. Também há a área de poluição marinha. Hoje a Baixada Santista e alguns outro centros como o Campus do litoral, a Unisep e algumas particulares como a Unisanta e a Unimonte, praticamente temos o principal centro de produção de conhecimento em poluição marinha do mundo, junto com outras grandes universidades. Então vislumbramos a possibilidade de fazer uma série de trabalhos novos. O IEAMar tem muitos equipamentos, alguns que só existem um ou dois no Brasil e todos esses equipamentos reunidos no mesmo lugar, o que facilita a vida de pesquisadores interessados em fazer uso dessa facilit. Por esse ponto de vista, a ideia é que não sirva só para a Unesp, mas para a comunidade científica brasileira em geral, o que vai permitir darmos um salto de qualidade naquilo que está sendo desenvolvido sobre Ciências do Mar aqui no Brasil”. 

Abessa informa sobre o cadastramento de pesquisadores no IEAMar: 

“Estamos cadastrando projetos. Quem entrar no site do IEAMar poderá ver que há uma área que fala sobre a instituição e os equipamentos. O pesquisador, não só da Unesp, que quiser se cadastrar, deve entrar no site e enviar seus projetos para oficializar o cadastramento junto ao IEAMar e isso permitirá que a pessoa use os equipamentos dentro das regras criadas para isso”. 

Outras informações podem ser obtidas no site www.ieamar.unesp.br . 

CONTEÚDOS

Compartilhar